Maio Amarelo mobiliza Unisul e sociedade com ações de boas práticas no trânsito

Este ano a UV promove a 4ª edição do movimento com diversas ações voltadas ao bom comportamento no trânsito

O Maio Amarelo realizado anualmente por diversas organizações e entidades, tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a violência viária e estimular na redução dos acidentes de trânsito. Este que é uma das áreas que mais causa mortes no Brasil.

O Movimento surgiu após a divulgação do documento elaborado pela Organização das Nações Unidas (ONU), que definiu a “Década das Ações para a Segurança no Trânsito”, por meio de uma resolução que compreende o período de 2011 a 2020, baseada no estudo feito pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O estudo contabilizou no ano de 2009 cerca de 1,3 milhão de vítimas fatais em acidentes de trânsito em 178 países, sendo que o Brasil ocupa a 4ª posição no ranking.

Em 2017, o Maio Amarelo fala das escolhas, seja dos condutores ou passageiros, com a #MinhaEscolhaFazADiferença.

Pelo quarto ano consecutivo, a Unisul adere ao Movimento Maio Amarelo, com o apoio do curso de Segurança no Trânsito a distância, e nessa edição, a Universidade realizará diversas ações em todos os campi e unidades para promover a paz e segurança viária. “Aproveitaremos a ocasião para divulgar as boas ações no trânsito, mostrando que cada um de nós faz parte desse grande espaço chamado trânsito e o nosso comportamento se reflete nos demais usuários”, conta o coordenador do curso, professor José Onildo Truppel Filho.

O Coordenador acredita que o tema #MinhaEscolhaFazADiferença, é uma oportunidade para que condutores e passageiros pensem em suas atitudes. “A campanha desse ano tem um apelo muito forte neste sentido, de que cada escolhe que fazermos no trânsito pode trazer uma consequência, sendo que uma má escolha pode reverter em prejuízos ao próprio condutor ou a outras pessoas que compartilham aquele espaço”, avalia.

Para a Diretora do Campus UnisulVirtual, professora Ana Paula Reusing Pacheco, a iniciativa reforça o compromisso da Universidade com a sociedade. “Quanto Universidade comunitária, devemos disseminar e estimular as ações do Maio Amarelo que visam a segurança e conscientização. Mostrar que dentro da Universidade promovemos esse tipo de discussão e que ela se estende também aos polos de apoio presencial tendo a participação dos gestores, colaboradores e alunos que estão em todos os Estados”, aponta.

Use a hashatg #MinhaEscolhaFazADiferença e participe do Movimento!

 

COMPARTILHAR

1 Comentário

Comments are closed.