Aldeia Itaty recebe acadêmicos da medicina

Por Jaci Rocha Gonçalves
Coordenador do Projeto Revitalizando Culturas

Na manhã do dia 30 de outubro, os alunos da 2ª fase de Medicina, fizeram visita etnográfica e intercultural na Aldeia Itaty na Terra Indígena do Morro dos Cavalos. A visita fora planejada para duas datas de setembro na Aldeia Yakã Porã, porém, fortes ventos e chuvas acabaram danificando algumas estruturas e foi necessário adiar a visita.

A mudança da aldeia se deu por uma necessidade da cacique Eliara Antunes coordenar reunião pedagógica na escola Itaty. Por volta das 6h da manhã o professor Jaci Rocha Gonçalves entrou em contato com o cacique da aldeia Itaty, Teófilo Celestino Gonçalves que aceitou recepcionar os visitantes. 

A mãe natureza presenteou o encontro com um dia belo de sol que uniu o povo originário guarani, acadêmicos, as professoras Márcia Kretzer e Eliane Traebert da UA Práticas Integrativas e Projetos Fito Sus em aliança com o Projeto Direitos Humanos e Mediações Culturais da Unisul. 

O Homo Serviens, Instituto Biocultural sustentou a mediação para o sucesso a visita. Também estiveram presentes o vice-presidente regional paulista do Instituto Homo Serviens, Tiago Miguel Knob, egresso do curso de publicidade e propaganda da Unisul, doutor pela Universidade de Coimbra, e sua companheira Dra. Julia Galvão.

Foram cerca de 20 participantes que tiveram seus conhecimentos enriquecidos com a troca de saberes dos guaranis, um povo de pouca fala, mas com ricos significados.

A profa. Dra. Márcia Kretzer registrou essa avaliação ao professor Jaci:

“O que falar de hoje. Que coisa maravilhosa, hein Jaci. Que momento especial! Nossa, tens o dom de envolver e de comprometer as pessoas. Tenho certeza que esses alunos não esquecerão jamais do que foi discutido, do que foi vivenciado hoje. Foi maravilhoso, mais uma vez obrigada por essa parceria, obrigada por possibilitar a mim, à Eliane Traebert, aos alunos, essa vivência tão maravilhosa”.

COMPARTILHAR