Nesta segunda-feira, 3/4, Araranguá está em festa. A cidade foi fundada no dia 3 de abril de 1880, realizou eleições para vereadores em primeiro de julho de 1881 e foi efetivamente instalada com a posse dos vereadores em 28 de fevereiro de 1883. A versão mais popular para a origem do nome da cidade funde os termos “Ararã” (papagaio grande/arara) e “gua” (vale/baixada), referendando “Vale das Araras”. A cidade está de aniversário, 137 anos, mas possui raízes históricas muito além desta data.

Vestígios de índios sambaquieiros (caçadores-coletores, Xoklengs e Guaranis) revelam a presença de atividade humana na região há pelo menos seis mil anos. Para garantir pesca e água, eles ocuparam terras próximas do mar, rios e lagoas. Os Guaranis habitavam grandes aldeias por toda Araranguá, mas a história oficial só surge a partir de 1728 quando, com a rota dos tropeiros se abriu o chamado Caminho dos Conventos. O local chamado Capão da Espera – hoje distrito de Hercílio Luz – foi um lugar de pouso destes tropeiros, local do surgimento das primeiras casas e comércios, o que provocou o afastamento das populações indígenas da região.

Município de Araranguá completa 137 anos de emancipação
Rua 1º de Setembro / Imagem: Prefeitura de Araranguá

Posteriormente, intensificado pela imigração alemã, açoriana e italiana, a formação cultural do município se diversifica. Os açorianos se adaptam ao cultivo da mandioca indígena, com a criação dos engenhos de farinha. Os italianos e alemães além das atividades agrícolas desenvolvem as atividades comerciais.

O até então povoado abrigou alguns refugiados da Guerra dos Farrapos. Os primeiros vieram de Laguna, provavelmente, no início do século XIX. Surgindo, assim, as primeiras cabanas à margem direita do Araranguá, onde hoje se localiza a praça Hercílio Luz. Na sequência, o Distrito foi criado com a denominação de Nossa Senhora Mãe dos Homens, pela lei provincial nº 272, de 4 de maio de 1848, subordinado ao município de Laguna. Pela lei provincial nº 532, de 19 de março de 1864, Nossa Senhora Mãe dos Homens passou a ser Campinas. Até que foi elevado à categoria de vila com a denominação de Araranguá, pela lei provincial nº 901, de 3 de abril de 1880, data que se comemora.

Consequentemente, com a ocupação, o valor das terras e a importância do local aumentaram. Fatores que resultaram na emancipação de Laguna em 1880, tornando-se município de Araranguá, com a criação da Lei Provincial 901. Atualmente, estima-se a população em torno de 60 mil habitantes.

Reconhecendo a importância do município, a Unidade de Araranguá foi o primeiro braço da Unisul fora de Tubarão, desde 1992, o que refletiu na própria configuração da cidade, levando contribuições que perduram na formação e materialização de lideranças, no desenvolvimento local e na criação de um elo afetivo. Deveras, a universidade foi pioneira em levar o ensino superior à cidade e região. Atualmente a Unidade conta com equipados laboratórios de informática, incubadora, escritório modelo de Direito, auditório entre outros serviços.

É no dia a dia de compromisso e dedicação que a Unisul faz questão de parabenizar a cidade, e o povo araranguaense. Mas nesta data tão especial para o município não poderia ser diferente.

Fontes: Prefeitura de Araranguá / IBGE / Guia Santa Catarina 

Texto: Reginaldo Osnildo

COMPARTILHAR