Atleta da Unisul tenta conciliar o Judô com a Fisioterapia

Agitada na infância, Anny Caroline Ribeiro encontrou no Judô um caminho para vida. Hoje, campeã brasileira universitária, com experiência de ter lutado fora do país e morando em outro estado, a judoca tenta equilibrar sua vida no esporte com a oitava fase do curso de Fisioterapia. 

Natural de Cornélio Procópio, no Paraná, Anny está há três anos na Unisul cursando Fisioterapia e participando da equipe de Judô da universidade. No Paraná já fazia parte da Seleção Júnior do Brasil e havia começado a faculdade. Porém, por conta da correria do dia a dia e das dificuldades de manter as duas funções, começou a pensar em alternativas para conciliar os dois.

Ela conheceu o sensei Júlio César Araújo, coordenador da equipe de Judô da Unisul, e fez um teste. Anny foi aceita e passou a integrar o quadro de alunos atletas da universidade, vindo morar em Santa Catarina. “É muito bom. Aqui eu posso fazer o que eu amo. Também sou apaixonada pela fisioterapia, então conseguir conciliar tudo é ótimo. Na Unisul eu ganhei uma bolsa e tenho um lugar para treinar, então é um grande diferencial”.

Na Unisul a judoca foi campeã brasileira universitária da categoria meio pesado, vencendo todas as suas lutas por ippon, pontuação máxima no judô. Ela foi titular da seleção brasileira júnior em 2017, representando o país em competições internacionais. Além disso, foi campeã do Jucs.

Porém, este período não foi só de conquistas para Anny. No começo deste ano ela teve uma luxação grau três no ombro e optou por não operar. “Para mim, depois da lesão, foi um aprendizado, uma determinação para voltar. Pensei muitas vezes em parar, porque é muito complicado, mas após muitas conversas com minha família, amigos e equipe, resolvi continuar”.

Anny voltou a competir no final de setembro, na Copa Paraná. A competição faz parte da preparação da equipe de judô para os Jogo Universitários. A judoca da Unisul trouxe a medalha de ouro na mala, mesmo lutando em uma categoria acima da sua.

A competição no Paraná trouxe a confiança necessária para a sua participação no Jubs, que acontece em Salvador, entre os dias 20 a 27 de outubro. “Todos estão muito focados na competição. Acredito que os resultados serão bons, já que todos estão treinando bastante”.

COMPARTILHAR