Diretoria do Bradesco visita Presidente da Fundação Unisul e Reitor da Universidade

A Diretoria do Banco Bradesco esteve reunida com a Presidência da Fundação Unisul e com o Reitor da Universidade. A agenda positiva, que também contou com a presença de Dirigentes de ambas as instituições, aconteceu na manhã desta sexta-feira, 3/3, no Gabinete do Reitor, em um primeiro momento, e, em seguida, no Gabinete do Presidente da Fundação Unisul. Além da visita de cortesia a ambos os Dirigentes, empossados no mês de janeiro, dentre os temas abordados, estiveram em pauta o contexto, a relevância e, especialmente, as oportunidades inerentes à Instituição Comunitária.

Na primeira audiência, os Diretores do Banco Bradesco acompanharam na Universidade a uma apresentação seguida de perspectivas institucionais, conduzida Reitor, professor Mauri Luiz Heerdt. Além das boas-vindas, o Reitor compartilhou a configuração estrutural e geográfica da Universidade, nos diferentes níveis e modalidades, a pertinência comunitária da Instituição e oportunidades de inovação: “a Unisul possui estratégias diversificadas, da educação básica à pós-graduação, sempre alinhada com os parâmetros normativos e regulatórios mas, sobretudo, à pluralidade das realidades regionais. Esta condição nos aproxima e abre um leque de novos negócios e alianças”, comentou. Na oportunidade, participaram da audiência os professores Heitor Wensing Júnior, Pró-Reitor de Operações e Serviços Acadêmicos, Ademar Schmitz, Chefe de Gabinete, e Adriano Dias, Diretor Financeiro.

Já na Fundação Unisul, os gestores do Bradesco foram recepcionados pelos professores Sebastião Salésio Herdt e Valter Alves Schmitz Neto, respectivamente, Presidente e Vice-Presidente da Fundação. Na explanação, o Presidente pôde, igualmente, contextualizar a mudança positiva da legislação e o reconhecimento/definição do segmento público não-estatal (comunitário), a abrangência da Acafe (instituição na qual também preside) e os movimentos institucionais da Fundação Unisul sob a perspectiva de novas metas e da potencialização da capacidade de gestão: “o contato vem ao encontro de uma atuação conjunta no sentido de otimização de recursos, de novas legislações e iniciativas que estreitarão ainda mais a nossa Instituição ao poder público, para que possamos prosseguir fixando e cumprindo metas que consolidem cada vez mais a nossa identidade comunitária e, por conseguinte, a inclusão social onde atuamos”, relatou Herdt.

img-20170303-wa0002
Visita no gabinete do presidente da fundação unisul

Desde 2015, quando iniciou os procedimentos de aquisição do HSBC Brasil (negócio que envolveu quase 17,73 bilhões de reais, segundo dados publicados pelo Banco), o Bradesco se consolidou como segundo maior banco privado do País (atrás apenas do Itaú-Unibanco), destacando-se, principalmente, no mercado corporativo.  Para Nei Carloti, Diretor do Bradesco Empresas, que liderou a visita e que articula mais de 3500 grupos econômicos dos três estados do sul, a deferência pela Unisul, neste início de ano letivo, já aponta para provisão de boas possibilidades: “reiterando os nossos agradecimentos pela a recepção da Unisul e da Fundação Unisul, tivemos a oportunidade de compreender as estratégias e o alinhamento dos novos Dirigentes, de que forma as Instituições avançam em sinergia, como se posicionam no mercado e como podemos complementar a parceria. Temos espaço para avançar”, comentou. Além do Diretor do Bradesco Empresas, estiveram presentes, em ambas as audiências, os senhores Gilberto Cordovil de Almeida Filho, Gerente de Empresas III, e Cristiano Salles, Gerente de Conta.

O Bradesco tem mais de 70 anos de história, possui mais de quatro mil agências em todo o território brasileiro, mais de 30 mil máquinas de autoatendimento e já ultrapassou os 55 milhões de clientes.

COMPARTILHAR