Cerimônia do Jaleco integra acadêmicos à Universidade

Nesta segunda-feira (13), estudantes do curso de Medicina, campus Tubarão, participaram da Cerimônia do Jaleco. Organizado pelo curso de Medicina e pelo Centro Acadêmico de Medicina doutor Geraldo Althoff, o evento visa uma maior integração do calouro com a universidade. Segundo a presidente do centro acadêmico do curso de Medicina, Debora Maria de Souza a cerimônia acontece pela segunda vez aqui na Unisul, para que os calouros tenham uma adaptação ao mundo universitário e também com seus veteranos. “O Jaleco é um símbolo da medicina”.

Debora fala ainda que muitos vieram direto do ensino médio e não tem conhecimento do curso e da universidade. “Todo apoio é bem-vindo, então a nossa intenção é acolhê-los. Por isso a gente convida os familiares para participarem, para ver essa integração, que é muito legal”.

A coordenadora do curso de Medicina de Tubarão, professora Maria Zélia Baldessar ressaltou que a Cerimônia do Jaleco é como se fosse uma evento de acolhimento ao calouro. “Sempre buscamos trazer alguém que fale sobre o ser médico, o desempenho do médico. É um estímulo para esses alunos e é extremamente importante para o amadurecimento e a integração com os veteranos. Hoje quem dará a palestra é o professor Ricardo Beckhauser Kuhnen, ele é nosso egresso no curso odontologia e no curso de Medicina, foi professor do curso de odontologia, é nosso professor há uns 5 anos, então eu convidei o professor Ricardo justamente para dizer a experiência dele de como é ser aluno da universidade e agora estar no papel de médico e professor”, completa a professora.

O médico e professor Ricardo Beckhauser Kuhnen disse que é uma honra participar deste momento singular na vida de cada aluno. “Receber esse convite, poder participar dessa 2ª Cerimônia de Jaleco é uma satisfação imensa, porque a gente espera plantar um pouquinho de uma semente da reumanização da medicina, de um aperfeiçoamento contínuo porque vai determinar a diferenciação de cada um deles que está aqui hoje. Mostrar um pouquinho da minha história, uma historinha um pouco longa, vou tentar passar para eles qual o caminho eu percorri, e o caminho que provavelmente muitos deles vão acabar percorrendo também no futuro”.

 

 

COMPARTILHAR