Carreira: sustentabilidade e novas tecnologias se destacam no Direito

As tradicionais áreas do direito seguem os passos da transformação digital que trouxe benefícios como por exemplo, a agilidade nos processos jurídicos. Entre as tendências, a sustentabilidade e as novas tecnologias têm ganhado cada vez mais espaço nos escritórios que desafiam os profissionais em um mercado promissor.

O professor do curso de Direito, Henrique B. Souto Maior Baião, afirma esse cenário em transformação exige que o profissional se mantenha permanentemente atualizado. “A tecnologia revolucionou o dia a dia do advogado alterando significativamente a atividade jurídica e representa uma inovação muito grande. Por isso, acompanhar e analisar as inovações são fundamentais na carreira porque a vida em sociedade é muito dinâmica, resulta em constantes alterações legislativas”.

Uma das vantagens para os acadêmicos do Direito é a possibilidade de estagiar durante o curso que proporciona a experiência nesse leque de opções do ramo. “Acho muito importante e sempre digo aos meus alunos a começarem um estágio já na primeira fase. Que passem ao longo dessa jornada pelas diferentes áreas como advocacia, cartório, fórum, delegacia, entre outras. Hoje eu sinto a diferença entre o acadêmico que além de estudar se dedica a vivenciar o direito na prática, vai além da teoria de sala de aula porque contribui muito no reconhecimento profissional”, orienta o professor Baião.

As principais tendências do Direito passam pelas seguintes áreas mais cotadas pelos escritórios segundo uma pesquisa da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB):

Ambiental

A atuação está relacionada às ciências sociais, antropologia, biologia, geologia, engenharia e direito internacional, em uma busca por harmonia nas interações entre as pessoas e o meio-ambiente. Além disso, abarca todos os ramos do Direito como o direito penal e o direito do trabalho.

Arbitragem

Voltada à resolução de conflitos está pautada no diálogo e na mediação tanto que nos últimos dez anos tem sido aplicada com frequência pela agilidade nos processos. Na área internacional, pode diminuir possíveis atritos entre países e agilizar as relações internacionais.

Digital

É um ramo desafiador e suscetível às constantes mudanças do universo digital, oferece muitas possibilidades e envolve o direito comercial, criminal, autoral, internacional, entre outros.

Infraestrutura

Muito promissor, esse campo do direito foca nas melhorias e requer conhecimentos sobre investimentos públicos e privados, licitações e até mesmo à desigualdade social.

Petróleo e gás

Assim como o setor de energia, o petróleo e o gás natural vão movimentar a economia por muitos anos. Esse ramo está relacionado ao direito comercial e tributário, inclusive pode ter um viés internacional.

COMPARTILHAR