Castrar seu pet também é um ato de cuidado

A castração ainda é vista como principal alternativa para evitar o aumento desordenado da população de cães e gatos. No entanto, o médico veterinário e professor da Unisul, Davi Borges, destaca que ela também auxilia a preservar a saúde dos pets. “O procedimento evita que, com o avançar da idade dos animais, eles desenvolvam doenças em decorrência de alterações hormonais, como infecções e tumores que são de difícil tratamento e colocam em risco a vida deles”, acrescenta.

Davi defende que a população ainda precisa mudar o olhar com que encara a castração. “Principalmente para animais de rua, a castração é muito importante para evitar a procriação. No entanto, para os animais que têm lar ela também é indicada para aumentar a expectativa de vida desses que nos fazem companhia, com qualidade e respeito ao bem-estar deles”, completa.

O médico veterinário reitera que, além desses benefícios já citados, a castração evita a disseminação de doenças e também a fuga dos pets, em épocas de cio, que têm esse extinto mais intensificado. Ele destaca que um acompanhamento profissional proporciona aos animais de estimação uma série de cuidados, como a vacinação que é benéfica a saúde deles. “É muito importante manter a saúde dos animais de estimação em dia para que eles possam continuar em nossas vidas pelo maior tempo possível”, conclui.

Procedimentos do HVU

Os médicos veterinários são indispensáveis nos cuidados com a saúde de todos os animais, por isso, têm o dia 09 de setembro para serem lembrados pelos seus trabalhos no dia do Veterinário. E a Unisul conta desde 2013 com o curso de Medicina Veterinária no Campus Tubarão, auxiliando a formar novos profissionais.

Além disso, a Universidade possui o Hospital Veterinário da Unisul (HVU) que é referência na prestação de diversos atendimentos aos animais da região da Amurel, incluindo a castração. Em 2018, o HVU realizou 152 procedimentos de castração em cães e gatos, cerca de 12 procedimentos ao mês.

Davi explica que os atendimentos do HVU são prestados pelos professores de Medicina Veterinária e que tem como auxiliares os acadêmicos do curso. “É um processo de aprendizagem e de troca de experiências que permite aos animais um maior cuidado e aos futuros profissionais, experiência”, comemora.

COMPARTILHAR