Colegiado do PPGA conhece transversais da Unisul Soluções

Na última terça-feira (9), o colegiado do Programa de Pós-graduação em Administração (PPGA) pode conhecer a Unisul Soluções, novo projeto da Universidade que oferece uma série de estratégias para contribuir com soluções aos problemas da sociedade, seja no setor produtivo, governo, instituições educacionais, sociais, dentre outras.

De acordo com a professora Ana Regina de Aguiar Dutra, que na ocasião representou Pró-Reitor de Ensino, Pesquisa, Pós-graduação, Extensão e Inovação, Hercules Nunes de Araújo, a Unisul Soluções representa uma nova fonte de financiamento para os programas de strictu sensu. “Além dos resultados que o PPGA e demais programas de Stricto Sensu veem obtendo, assim como os projetos já desenvolvidos e em andamento, as oportunidades relacionadas a Unisul Soluções ampliam as possibilidades, aos programas de Stricto Sensu, como também gera subsídio para elaboração de projetos de pesquisa, produção científica, dissertações e teses”, reforça a professora Ana Regina.

Os resultados obtidos com os projetos de fomento externo desenvolvidos na Universidade ao longo dos últimos anos, tem gerado bons resultados e visibilidade. “Porém, com a Unisul Soluções, temos uma oportunidade ainda maior, pois ampliamos o envolvimento para todos que possuírem competência, interesse e disponibilidade para atuar oferecendo soluções para sociedade, contribuindo desta forma para a valorização e remuneração dos envolvidos e para a sustentabilidade da Universidade”, destaca o professor Paulo Boff, que lidera a implementação da Unisul Soluções na Universidade.

Já, o professor Fabricio da Silva Attanásio, coordenador da transversal de Gestão, Desenvolvimento e Negócios da Unisul Soluções, apresentou desde a estruturação à organização do trabalho, bem como o estágio de definição do portfólio que será lançado em breve, também em conjunto com as outras duas transversais. “Seguindo a mesma metodologia adotada, está em andamento uma pesquisa de mapeamento de competências envolvendo os técnico-administrativos e professores dos cursos relacionados as áreas de Gestão, Desenvolvimento e Negócios, em todos os Campi e áreas da Universidade. Estamos muito satisfeitos com os resultados desta pesquisa, pois num curto espaço de tempo, obtivemos um ótimo retorno e a partir deste mapeamento de competências estamos definindo o portfólio de soluções que será oferecido neste primeiro momento. Cabe ressaltar, que este portfólio é dinâmico, sendo que à medida que novas competências são identificadas, novas soluções são incorporadas”, aponta o professor Fabrício. 

Ao final, o professor Jacir Leonir Casagrande, coordenador do PPGA, se comprometeu junto com os professores que integram o colegiado, em participarem da pesquisa de mapeamento de competências e apoiarem na estruturação e implementação da Unisul Soluções.

O projeto está organizado em três transversais:

Transversal de Inovação e Serviços Tecnológicos Industriais:

Que envolve os seguintes setores produtivos: agroalimentar, biotecnologia, cerâmica, construção civil, energia, fármacos, meio ambiente, nanotecnologia, produtos químicos e plásticos, saúde, têxteis e confecções, tecnologia da informação e comunicação.

Transversal de Serviços e Tecnologias Educacionais:

Que envolve soluções completas para educação em todos os níveis: LMS, plataforma de conteúdo, consultoria pedagógica, tecnologias de ensino, desenvolvimento de metodologias, recursos multimídia, projetos de certificação, graduação, latu e stricto sensu, ensino médio e fundamental e educação corporativa.

Transversal de Gestão, Desenvolvimento e Negócios:

Que envolve soluções para a gestão pública, de negócios empresariais, gestão universitária, organizações sociais e desenvolvimento regional.

Segundo o diretor da AGETEC da Unisul, Paulo Roberto Boff, a solução para um problema é complexa, e depende de mais de uma interface de conhecimento. Por isso, o projeto Unisul Soluções é tão importante. “Nós criamos uma estratégia para prestar serviços para o setor produtivo, governo e terceiro setor. Podemos dizer que estamos empacotando soluções: o conhecimento que temos na Universidade se transforma em soluções para problemas que, eventualmente, a sociedade tenha”.