“Começamos a escrever os próximos 50 anos da Unisul”, diz presidente da Ânima

Após o anúncio da parceria entre a Unisul e a Ânima Educação no final da tarde desta quarta-feira (13), os representantes das entidades concederam uma entrevista coletiva no Salão Nobre da Universidade. O reitor da Unisul, professor Mauri Luiz Heerdt, afirmou que o dia 13 de novembro foi um dia histórico para a universidade. “Hoje passamos da fase de resignação. Voltaremos a ser aquela Unisul que todos conhecem, com força, vibração e que vai continuar a qualificar o seu projeto de educação em Tubarão e em todas as regiões em que estamos inseridos”, comentou.

O presidente da Ânima Educação, Marcelo Bueno, reforçou a importância da parceria, que irá contribuir para o desenvolvimento da universidade e da região. “A Ânima trará o que tem de melhor para a Unisul. Iremos potencializar o que a universidade já tem e retomaremos a posição de liderança, a qual a Unisul é referência em Santa Catarina”.

“A Unisul tem importância vital para Tubarão durante esses 55 anos de existência e ainda tem muito para contribuir para o desenvolvimento da cidade e região”, enalteceu o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, presidente do Conselho Curador da Unisul.

Leia também: Unisul e Ânima Educação anunciam parceria em Santa Catarina

A educação foi o principal tema colocado em pauta durante toda a transação entre as instituições. “Toda a parceria só tem sentido se enxergarmos o papel da educação e da universidade. O processo será muito inovador, pois a Ânima tem muito a contribuir com toda a sua expertise. A transformação do país passa pela educação e iremos focar integralmente nesta parte”, enfatizou Sebastião Salésio Herdt, presidente da Fundação Unisul.

Pagamentos e dívidas

Todos os impostos que estavam pendentes foram quitados na manhã desta quinta-feira (14). O anúncio foi feito durante a coletiva de imprensa. Já sobre as dívidas trabalhistas e salários atrasados, durante os próximos 30 dias a equipe que está à frente das negociações conversará com os sindicatos para a quitação das pendências.

Bolsas de estudos

Existem bolsas de vários tipos e elas serão mantidas, de acordo com suas características. O processo que está sendo realizado por meio desta parceria visa, além de tudo, manter as condições para que a Unisul continue a manter estes incentivos. As bolsas individuais serão tratadas caso a caso e as bolsas relativas ao Colégio Dehon permanecem normalmente em 2020. Já em 2021, os gestores atuarão para estabelecer acordos para a manutenção da parceria.

Demissões

Até a aprovação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), não é possível tratar sobre esse assunto. Depois da aprovação, a Ânima e a Unisul assinam um contrato de gestão compartilhada, em que a instituição paulista trará todo o seu know-how de gestão educacional.

É fato, porém, que um plano de ação será executado (já protocolado no Ministério Público) que prevê o ajuste de carga horária e de atividades administrativas com as horas/aula e operações existentes na universidade. Isso será decisivo para ter dimensão dos movimentos necessários que, dependendo do êxito no processo de reestruturação, pode inclusive gerar novas oportunidades, ao invés de desligamentos.

Unisul fora de Tubarão?

Uma das premissas da parceria é que a Unisul mantenha seu nome, que é marca reconhecida em todo o país. Além disso, manterá a sua sede em Tubarão e continuará com o status de universidade.

“A Unisul não deixa de ser de Santa Catarina. Toda a região irá ganhar: ganha o município e a sociedade de Tubarão, ganham professores, colaboradores e também a Ânima”, enalteceu João Batista Carvalho, diretor jurídico da Ânima Educação.

COMPARTILHAR