Conferência municipal debate democracia e saúde dos usuários do SUS

A VIII Conferência Municipal de Saúde de Palhoça, nos dias 11 e 12/04, vai tratar da Democracia e Saúde tendo como eixos temáticos: Direito à Saúde, Consolidação dos Princípios do SUS e Financiamento Adequado e Suficiente. O evento acontece das 13h30min às 19h, nos auditórios C e G, da unidade Pedra Branca. Podem participar servidores, entidades ligadas à área de saúde do município, usuários do SUS e a população de modo geral.

Temas da Conferência Municipal de Saúde de Palhoça

A proposta é que ao discutirem os temas Direito à Saúde, Consolidação dos Princípios do SUS e Financiamento adequado e suficiente do SUS, elaborem-se as diretrizes de políticas públicas em saúde do Município e propostas concertas para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS. As conclusões e reivindicações serão apresentadas nas esferas estadual e federal na 16ª Conferência Nacional de Saúde, em agosto, no Distrito Federal.

Conferência Municipal: uma grande ação em defesa do SUS e da democracia

O PET Saúde Interprofissionalidade, da Unisul, assume o protagonismo ao participar da organização dessa VIII Conferência, que irá deliberar as políticas de saúde a serem implementadas no Município pelos próximos quatro anos.

Os participantes serão eleitos em etapas municipais, estaduais, territoriais e livres, obedecendo a uma série de regras regimentais que garantam a diversidade da população brasileira. Além da sociedade em geral, as etapas da Conferência devem contar com a participação de conselheiros de saúde municipais, estaduais e nacionais, representantes de movimentos sociais e entidades do Brasil, seja em territórios urbanos ou rurais.

Diante da EC (emenda constitucional) 95/2016, a realização da Conferência se faz ainda mais necessária como uma grande ação em defesa do SUS e da democracia. A proposta para o evento é um resgate a memória da 8ª conferência Nacional de Saúde, realizada em 1986, considerada histórica por ter sido um marco para a democracia participativa e para o SUS.

O resultado desse grande encontro da população brasileira, em Brasília, gerou as bases para a seção DA SAÚDE da Constituição Brasileira, em 1988. A participação social no Brasil é muito importante, é através desse processo que a população pode contribuir ativamente no desenvolvimento de políticas públicas de saúde. O relatório final da 16ª Conferência Nacional de Saúde(8ª+8) deve gerar subsídios.

Conferência Nacional de Saúde

A Conferência Nacional de Saúde é o principal espaço democrático para a construção de políticas públicas de saúde no Brasil. Com a participação de toda a sociedade civil e representantes do governo, o amplo fórum de debates é organizado com a finalidade de avaliar, planejar e fixar ações e diretrizes que melhorem a qualidade dos serviços de saúde pública, proporcionando melhor qualidade de vida para toda a população.

A 16ª Conferência Nacional de Saúde será o maior evento de participação social no Brasil ao discutir democracia e saúde, por meio dos eixos temáticos: saúde como direito, consolidação dos princípios do sistema único de saúde e financiamento do SUS. Organizada pelo Conselho Nacional de Saúde e realizada pelo Ministério da Saúde, vai reunir milhares de pessoas de todo o país, em Brasília, de 04 a 07 de agosto, para traçar, de forma democrática, as diretrizes para as políticas de saúde pública no país.

Realizada desde 1941, antes mesmo da criação do Ministério da Saúde, a Conferência acontece a cada quatro anos, em todos os municípios brasileiros, depois a etapa estadual e por fim, a etapa federal, em Brasília.

PET Saúde Interprofissionalidade da Unisul

A proposta do Pet-saúde é compreender e cuidar dos indivíduos que compõem a população usuária do SUS, em Palhoça, através do trabalho interprofissional.

  • Fonte: Prefeitura Municipal de Palhoça