Curso de Cinema exibe filmes catarinenses durante a quarentena

A 6ª sessão on line do curso de Cinema da Unisul ocorre neste sábado, dia 16, às 20 horas, e irá exibir o filme Mulheres da Terra (2010), dirigido por Márcia Paraíso.

O cinema, que mexeu com todas as gerações desde o começo do século XX, amplia a sua atração no momento em que as famílias se isolam com medo da pandemia. E a tecnologia faz toda essa diferença, quando se pode assistir a belos filmes em casa. “Estamos proporcionando a singular alternativa de se assistir a filmes e documentários produzidos por catarinenses, a partir do Curso de Cinema da Unisul, que tanto resgata valores do Estado quanto promove os talentos que ela forma”, salienta a Coordenadora do Curso de Cinema e Audiovisual da Unisul, Mara Salla. 

Nos últimos cinco anos, o Curso de Cinema exibe gratuitamente todas as semanas filmes no CIC (Centro integrado de Cultura), através de parceria com a Fundação Catarinense de Cultura. Com a quarentena, por força do coronavírus, as sessões passaram a ter acesso pela internet e os filmes foram selecionados de acordo com a necessidade de convivência familiar.  

“Quando você vai ao CIC, sabe o filme que vai assistir, tem acesso a sinopse, direção, ano e a faixa etária daquela sessão. Nas sessões online da mesma forma tomamos esse mesmo cuidado, porém, não podíamos exibir um filme sem pensar que o público está em um momento delicado. A maioria se encontra em confinamento e isso é delicado. Buscamos filmes que não tenham uma carga dramática emocional muito forte, mas uma abordagem mais poética, com temáticas que tragam certa dose de esperança, de afeto e de amor. O cinema, ao juntar imagens e sons, dispara gatilhos emocionais que podem ser de afetividade, de união e de esperança. Esses são os critérios que adotamos para escolher os filmes das sessões do curso de Cinema da Unisul, agora veiculados de forma virtual”, ressalta Mara. 

A coordenadora de Cinema da Unisul salienta que na simbiose do isolamento e da alternativa de lazer o cinema consegue ser uma boa opção. “ O cinema tem um alcance imenso e são esses os critérios que estamos adotando agora. O isolamento social fez com que inúmeras pessoas tivessem mais tempo para olhar mais para si o que muitas vezes não é possível com uma rotina tão intensa. Agora muitos estão olhando para aquilo que importa, e a diversidade de olhares e histórias que o cinema proporciona, precisa ficar ainda mais evidente nesse momento ”.  

O mais importante é que a resposta do público tem valorizado essa iniciativa da Unisul, de proporcionar cinema pela internet. “O público entusiasma-se ao ver produção cinematográfica de catarinenses”, declara Mara. 

O curso de Cinema da Unisul é o único do Brasil a realizar sessões de Cinema online com produções próprias. “Dado ao caráter de realização do curso de Cinema da Unisul, exibir filmes produzidos por estudantes e professores, ou cineastas formados nesta Universidade, nos permite dizer que a inovação e a criatividade não podem ser interrompidas diante da atual conjuntura”.

Até agora já ocorreram cinco sessões de Cinema Virtual, e Maria Aparecida Pereira, professora da Educação Infantil em Florianópolis, é uma das telespectadoras que não perderam nenhuma delas. “As sessões de cinema da Unisul trouxeram a alegria e o encantamento que já vivi há alguns anos, quando tive os primeiros contatos com as gravações e as lutas para enfim ver o filme na tela. Sem dúvida assistir aos filmes feitos durante o curso de cinema da Unisul durante a quarentena tem sido maravilhoso e permite que eu já “vivesse”, o que via e ouvia na tela do computador, sentindo toda a força daqueles que têm a arte como fonte de vida.  A cada final de sessão eu me sinto privilegiada por estar assistindo à apresentação de filmes de qualidade, no conforto do meu lar e respeitando o isolamento social enquanto medida de saúde pública”.

Aparecida, apaixonada por Cinema diz que gosta de todos os estilos menos de terror, tem estado nas sessões virtuais sozinha, por conta da quarentena. “Adorei a iniciativa do curso de Cinema da Unisul e penso que os órgãos deveriam criar outros tipos de cultura Virtual”

Para Mara, a cultura é importante em todos os momentos e fases da vida. “O cinema nos permite conhecer histórias, ter acesso a outras realidades, descobrir histórias de pessoas que moram no interior do Maranhão, professoras que dão aulas em aldeias, em quilombolas, situação em que o próprio estudante construiu a escola como veremos no filme Saber, Viver, Lutar da cineasta Márcia Paraíso, desta quinta sessão que mostra a luta de professoras para dar aula! Enquanto respeitarmos as pessoas somente quando conhecemos um pouco da sua história, o cinema será necessário! Não queremos mais conhecer sempre as mesmas histórias produzidas majoritariamente pelos mesmos lugares, já passamos dessa fase. O Brasil produz mais e melhor, precisamos é de continuidade para ver também as nossas histórias na tela”, ressalta.  

A próxima sessão ocorre neste sábado, dia 16 de maio, às 20 horas e os filmes ficam disponíveis até segunda-feira às 14h. Para acompanhar as sessões de Cinema da Unisul, acesse o canal do curso no Youtube.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA SESSÃO 6

Mulheres da Terra (2010)
Direção: Márcia Paraíso
Duração: 28 Min
Sinopse: As mulheres do Movimento de Mulheres Camponesas no oeste de Santa Catarina e a relação com a terra e o resgate das sementes crioulas.

ORGANIZAÇÃO:
Mara Salla – CINEMA UNISUL
Curadoria, Direção e Apresentação

Débora Herling
Edição e projeção

Estagiários:
Laura Azambuja
Dyonathan Rech

Equipe CINEMA UNISUL e FCC parceria
SALA DE CINEMA DO CIC

Mais informações sobre o Curso de Cinema e Audiovisual.

CONFIRA TAMBÉM:

Canal Cinema Unisul: https://www.youtube.com/user/CinemaUn…
Cineclube Cinema Unisul: https://www.facebook.com/cineclubecin…
FCC: https://www.youtube.com/user/ImprensaFCC

COMPARTILHAR