Dia de Solidariedade ao Povo Palestino é lembrado com evento

Acontece nesta quinta-feira (29), um evento alusivo ao Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino. O encontro acontece a partir das 19h, no Salão Nobre da Unisul, e conta com a presença do embaixador palestino e professor Fawzi El-Mashni. O evento é gratuito e aberto a toda a comunidade.

Em 1947 a Organização das Nações Unidas (ONU) criou uma resolução que marca o dia 29 de novembro como o Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino. Em Tubarão, há uma lei, criada em 2011, que também propõe que sejam feitos eventos de reflexão sobre a situação da Palestina, que há muitos anos vive um conflito armado intenso.

A iniciativa é uma promoção do ex-professor da Unisul, Paulo Henrique Lúcio, em conjunto com os cursos de História, Geografia e Relações Internacionais. Segundo o professor, a presença de Fawzi no evento será muito enriquecedora. “No âmbito acadêmico é importante que a Universidade se atenha aos fatos que são históricos e também contemporâneos. É importante que os professores e acadêmicos possam estar ouvindo uma pessoa que tem conhecimento sobre o assunto, que tenha vivência, como é o caso do embaixador”, analisa.

Além da palestra com o professor Fawzi, o Grupo Folclórico Palestino Terra, de Canoas/RS, também estará presente no evento. Além de aprender sobre a história local, os participantes poderão conhecer um pouco mais sobre a cultura. E conhecimento, segundo Paulo Henrique, é uma das formas que as pessoas tem para ajudar a Palestina. “Quando você tem só uma dimensão, um resumo de um fato que é tão extenso, talvez não consiga formar uma ideia sobre o assunto. Quando eu conheço a realidade, eu consigo ver de que forma eu consigo contribuir. Neste momento pensamos que contribuir com a Palestina é conhecê-la, conhecer seu grito de alerta e de socorro”, finaliza.