Direitos humanos são destaque no Calendário Integrado de Eventos em agosto

Desde março deste ano, ao adotar o Calendário Integrado de Eventos, a Unisul oferece o portfólio de eventos organizados em temáticas específicas para potencializar as soluções criativas e iniciativas de grande impacto social sobre cada ação junto aos diferentes públicos-alvo.

Ao unificar todas essas soluções e inciativas em uma única plataforma estabeleceu-se a diretriz institucional que orientou a criação do calendário integrado de eventos, afirma o professor Fabiano Ceretta, Assessor de Marketing, Comunicação, Estratégia e Negócios (Macen) da Unisul. “Estamos experimentando esse novo modelo. Tentamos reunir muitas das nossas iniciativas em um único calendário e assim valorizar todos os atores (coordenadores, professores e alunos) que são os protagonistas do que a universidade produz”.

Calendário Integrado: objetivo e avaliação

O grande objetivo do calendário integrado de eventos é comunicar para além dos muros da universidade os diversos conteúdos da Unisul que geram impacto direto na comunidade. Essa abordagem permite mais força de comunicação à Unisul, gera sinergia entre os campi e comunica temas relevantes da instituição, à exemplo das temáticas pedagógicas transversais propostas pelo MEC.

A avaliação da implementação do calendário no primeiro semestre de 2018 é satisfatória na visão do professor Leandro Piazza, coordenador institucional de eventos da Macen: “mesmo diante de uma forte disciplina orçamentária e princípios de economicidade a Unisul não perdeu o seu market share, ou seja, com menos investimento fizemos muito barulho no mercado através de parcerias com a iniciativa privada para viabilizar os eventos do calendário como a Palestra da Nasa, o SC que dá Certo, o Maio Amarelo e o Junho Verde. Já agosto, será o mês para lembrarmos do próximo e promovermos a igualdade de direitos entre todas as pessoas”.

Os temas propostos pelo calendário são revistos ano a ano e os ajustes nas temáticas e na programação já estão sendo alinhados para o próximo ano. Em 2018, os temas aprovados pela reitoria para o primeiro semestre foram: juventude, gestão e carreira, cidadania e comunidade e sustentabilidade.

Ações do calendário em agosto

Em agosto, o Calendário Integrado de Eventos apresenta a temática dos direitos humanos. O evento de lançamento com o encontro “Primeira roda de conversa: o direito e os métodos de transformação de conflitos”, no dia 06/08, comandado pela Profa. MSc. Patrícia Fontanella, coordenadora do curso de Pós-graduação em Sistema de Justiça: conciliação, mediação e justiça restaurativa da UnisulVirtual, trouxe para o debate as demandas de intervenção para indicar possíveis alternativas com soluções baseadas na mediação e advocacia colaborativa. O evento foi transmitido on-line e está disponível no canal YouTube da UV.

Segundo Patrícia, o debate e reflexão sobre métodos de transformação de conflitos remete necessariamente ao cenário de crescimento da litigiosidade, quase sempre relacionada a situações de desrespeito aos direitos humanos, quer na esfera individual, quer no ambiente da coletividade. “Falar, pois, de mediação e práticas colaborativas na advocacia requer disposição para revisitar o paradigma do litígio e dar mais espaço ao exercício efetivo da cidadania”, esclarece a Professora Patrícia.

Durante todo o mês, os três Campi da Unisul serão pontos de coleta para a campanha Mini Gentilezas, promovida pela ONG argilando.org. O Mini Gentilezas é um projeto com a proposta de fortalecer iniciativas que promovem campanhas de arrecadação de produtos de higiene pessoal, que são destinados às pessoas em situação de rua.

O projeto arrecada miniaturas de produtos de higiene, geralmente oferecidas por hotéis e aviões, e transforma em algo valioso ao próximo. Além disso, os projetos que trabalham com pessoas em situação de rua encaminham grande parte de seus recursos para alimentação, vestuário e cobertores. Assim, o Mini Gentilezas pode preencher essa lacuna dos produtos de higiene, sem que estas iniciativas precisem investir seus recursos nesta categoria. Além da Universidade, existem postos de coleta desse projeto no país inteiro e, inclusive, na Califórnia (EUA) e de Toronto (Canadá).

COMPARTILHAR