Doutoranda da Unisul orienta estudante na Olimpíada de Português

A doutoranda em Ciências da Linguagem, Juliene da Silva Marques, foi peça chave para a classificação da aluna Diely Zanela Medeiros, do 8º ano da Escola Profª Maria Emília Rocha de Tubarão, na Olimpíada da Língua Portuguesa. Com o tema “O lugar onde vivo”, a troca de informações entre ambas  resultou em uma obra literária leve, que transpira pureza, cultura, atiça o senso de recordação do tempo do Brasil agrícola.

Diely Zanela Medeiros, do 8º ano da Escola Profª Maria Emília Rocha, do bairro Recife, em Tubarão, venceu a etapa municipal da Olimpíada de Língua Portuguesa e se prepara para a etapa estadual.

“O texto chamou a atenção não só minha, mas de outras professoras, pedagogas e de representantes da comitiva municipal. Ficamos surpresas com a escolha, pois tanto ela quanto eu participamos pela primeira vez. Agora, temos boas expectativas, mas já estamos contentes por ter chegado até aqui. O mérito é todo da Diely, sempre dedicada. Ela conseguiu captar o foco do tema proposto”, observa a doutoranda.

A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é um concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas de todo o país, do 5º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Iniciativa do Ministério da Educação com a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), neste ano promove a 5ª edição.

Texto: Jardel Medeiros Maximiano

COMPARTILHAR