Doutoranda Flávia de Souza Fernandes recebe prêmio do COREN

A doutoranda do Programa em Ciências da Saúde da Unisul, Flávia de Souza Fernandes, recebe o prêmio Profissional Destaque de Enfermagem – Categoria Pesquisador. A premiação é realizada anualmente pelo Conselho Regional de Enfermagem (COREN) de Santa Catarina. A solenidade de entrega, aconteceu no dia 22 de maio, no Hotel Fail, em Florianópolis.

Para Flávia, o prêmio veio como resultado dos trabalhos desenvolvidos durante sua trajetória acadêmica. “Venho produzindo cientificamente e publicando meus trabalhos tanto em revista Nacional como Internacional. Por meio da Instituição os meus projetos e trabalhos, são vinculados ao Laboratório de Neurociência Experimental da Unisul (LANEX). Com certeza a Unisul me possibilitou ter uma formação reflexiva, crítica e ética. Esse prêmio, veio com certeza somar, tanto na minha trajetória acadêmica, quanto na minha trajetória profissional. Esse vínculo com o PPGCS me faz enxergar a grandeza da profissão, da responsabilidade, principalmente enquanto docente e também enquanto pesquisadora”.

Flávia é Enfermeira, com licenciatura na área de Ciências Biológicas. Ela finalizou o mestrado no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde – Unisul (PPGCS), em 2017, período este em que também participou do processo de entrada de egressos para o Doutorado, onde atualmente está cursando o segundo ano. “Escolhi a Unisul, primeiro por ser uma instituição que eu reconheço como Universidade, pela pontuação que hoje ela tem no programa da CAPES e também por ser considerada uma das melhores Universidades para ingressar no Doutorado. Por meio dela, eu aprendi e lido muito melhor com o contexto da pesquisa no qual hoje eu estou inserida”.

O Prêmio Profissional Destaque de Enfermagem, foi criado em 2016, para celebrar os 40 anos de atividades do Coren/SC.  O objetivo é homenagear o profissional de Enfermagem, pelos serviços prestados em todas as suas áreas de atuação, tendo como base dimensões ética, técnica, política, social, científica, cultural e humana. Para concorrer ao prêmio é preciso ser indicado por colegas de equipe, que podem ser de instituições de saúde, órgão público ou privado, ou instituições de ensino. A quarta edição do Prêmio, teve o sorteio público realizado no dia 16 de abril e definiu 40, entre mais de 70 profissionais indicados. Os demais indicados que não foram sorteados, mas que estão aptos segundo as Instruções Normativas, recebem um Certificado de Menção Honrosa.

COMPARTILHAR