Unisul oferta pós em Sistemas de Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica

A pós-graduação lato sensu em Sistemas de Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica da Unisul, ofertada na modalidade presencial, capacita o profissional para planejar e gerenciar o sistema de transmissão e distribuição de energia, visando atender aos desafios e demandas do mercado de trabalho, principalmente na região sul do país.

Direcionada aos engenheiros e tecnólogos que já atuam no setor elétrico, concessionárias e permissionárias de energia, empresas de projeto, construção e manutenção de sistemas elétricos ou ainda que atuam na área de qualidade de energia e eficiência energética e que almejam tornarem-se especialistas em sistemas de transmissão e distribuição de energia, a pós-graduação em Sistemas de Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica tem duração de 390 horas, e o investimento pode ser parcelado. Os interessados podem se inscrever até o dia 8 de fevereiro clicando no link: Sistemas de Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica. As aulas serão quinzenais.

De acordo com o coordenador da especialização, professor Vilson Luiz Coelho, o curso visa atender a uma demanda regional de engenheiros e tecnólogos que almejam tornarem-se especialistas em sistemas de transmissão e distribuição, aptos a enfrentar os desafios do aprimoramento constante dos seus conhecimentos afim de planejar, projetar e supervisionar sistemas elétricos, além de desenvolver pesquisas visando disponibilizar à sociedade energia de qualidade em instalações seguras e eficientes num ambiente autossustentável. “Apesar da grande importância, cursos de especialização em transmissão e distribuição de energia são ainda raros no país. Os poucos cursos relacionados ao tema que existem localizam-se em universidades da região sudeste, tornando-os muitas vezes inacessíveis aos profissionais do sul do país”, completa ele.

Vilson reforça que o Brasil possui uma matriz energética baseada principalmente em geração hidrelétrica; e isto implica em estações geradoras afastadas dos centros de consumo e a consequente necessidade de grandes extensões de linhas de transmissão, que transportam a energia das usinas aos centros consumidores. “Atualmente o sistema de transmissão nacional conta com algo em torno de 130 mil quilômetros de linhas com tensões superiores a uma centena de quilovolts. Os sistemas de distribuição, por sua vez, transportam a energia entregue pelas linhas de transmissão às subestações regionais, diretamente para os consumidores, sejam eles residenciais, comerciais ou industriais. Somente o estado de Santa Catarina possui mais de 100 mil quilômetros de redes com tensões entre 13,8 e 34,5 kV, que atendem a um mercado de cerca de 3 milhões de unidades que consomem mensalmente mais de 1 bilhão de kWh de energia elétrica”, ressalta ele.

Após finalizar o curso, o aluno estará qualificado para planejar, projetar e supervisionar sistemas de energia de forma atenta à legislação elétrica e ambiental, além de desenvolver pesquisas visando fornecer energia à sociedade com mais qualidade e eficiência adequada e melhorar o desempenho dos sistemas elétricos em geral, sejam linhas de transmissão, distribuição ou instalações elétricas de consumidores.

Confira a grade curricular do curso:

COMPARTILHAR