Especialização privilegia projetos de inovação social

A pós-graduação em Empreendedorismo Social: gestão, inovação e impacto social tem como objetivo qualificar profissionais para atuar em projetos socialmente inovadores. O curso é ofertado pela UnisulVirtual e recebe inscrições até o dia 25 de maio. Tem duração média de 18 meses (360h/a). As inscrições devem ser feitas no Portal da Unisul: www.unisul.br

Uma das principais tendências do mercado de gestão é o empreendedorismo social, que tem como finalidade não apenas a geração de lucro, mas o impacto social, seja um grupo de pessoas, local ou região, que beneficie as classes mais necessitadas.

Em países emergentes como o Brasil isso é um grande desafio, porém, é uma das iniciativas de gestão que mais se destacou na última década e que se multiplicam a cada ano, justamente pelo cenário de complicações derivadas das condições de pobreza, educação, cultura e etc. “Atualmente muitas empresas que já possuem uma conceituação forte no mercado seguem na busca de algo a mais do que sua estabilidade financeira e investem em ações ou produtos que geram impacto socioambiental. Então ter um negócio social ou fazer parte de um negócio social implica, obrigatoriamente, que este negócio tenha como finalidade transformar a vida das pessoas”, explica a Carolina Hoeller Boeing, coordenadora do curso.

Este curso foi criado visando capacitar as pessoas que tenham como propósito de vida contribuir com a mudança da realidade social do mundo. Neste sentido, o curso tem como objetivo formar agentes preparados para aumentar a empregabilidade e sustentabilidade organizacional.

A possibilidade de atuação é bem ampla. “Existem áreas diversas para se empreender socialmente das mais inacreditáveis possíveis. Até mesmo ações voltadas a gastronomia e agricultura familiar. Por isso, o foco do curso é empreender socialmente por meio de técnicas para que não se perca o propósito e se possa principalmente avaliar o impacto a que se propõe”, explica Carolina Boeing.

O conteúdo é voltado ao amadurecimento do negócio, processo de gestão e finaliza na análise do impacto gerado. “Vamos trabalhar com pesquisas dentro das certificações, relacionadas às linhas de pesquisa do curso, com o objetivo de preparar o estudante para a elaboração de um projeto de intervenção em seu negócio social, porque ele gera lucro e modifica realidades. E o mais importante é: um negócio social existe para buscar solução a uma questão social”, finaliza Carolina, coordenadora do curso.

Para se inscrever o candidato deverá acessar o site do curso Empreendedorismo Social: gestão, inovação e impacto social, providenciar os seguintes documentos abaixo e enviar conforme descrito no respectivo edital:

  • Carteira de Identidade*;
  • Registro Nacional de Estrangeiros – RNE (para estrangeiros)*;
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF)*;
  • Diploma de Conclusão de curso de Graduação ou Sequencial de Formação Específica*;
  • Laudo médico (para candidatos com deficiência, transtorno ou dificuldade de aprendizagem).
    *original ou fotocópia autenticada
COMPARTILHAR