Estágio é a porta de entrada para o mercado de trabalho

O estágio é o primeiro contato do aluno de forma prática com a futura profissão e contribui como um diferencial para inovar e atrair os empregadores. Por isso, é considerado a porta de entrada para área em que se especializa e, abre oportunidades pra que os jovens terminem sua graduação ou pós-graduação com novas visões para o mercado, portfólio e experiência.

Para Rafael Alves, estagiário da pós-graduação em Gestão de Esporte da Unisul, o estágio é uma ferramenta que enriquece o acadêmico e, o torna um profissional mais capacitado. Além, da vivência prática. “Eu trabalhei no exército desde meus 19 anos, hoje estou com 27 anos, então neste momento estou me inserindo no mercado de trabalho, na minha área de atuação, sou formado em educação física e estou trabalhando agora com gestão, graças a esse estágio, pude me inserir com bastante facilidade”, afirma.

A empresa ‘Projeta – Planejamento e Marketing’, onde Rafael realiza o estágio, atua na elaboração de projetos, captação de recursos e prestação de contas. “Buscamos um estagiário da pós-graduação em gestão do esporte, porque, nossa empresa atua diretamente nesta área. Além disso, sou professora na pós-graduação e durante as aulas, temos a oportunidade de conhecer melhor o perfil dos alunos. Montamos um Programa de Estágio em nossa empresa, para treinamento inicial dos profissionais que irão trabalhar conosco”, explica Clarissa Iser, empresária.

da esquerda para direita: Clarissa Iser, Rafael Silva, Ana Paula da Silva e Celso Finkler.

Rafael acredita  que o mercado prefere pessoas comprometidas e proativas, para que junto com a empresa o profissional chegue ao sucesso. “O estágio é o primeiro passo para eu desenvolver habilidades e competências para ser um profissional de sucesso, então, eu tenho expectativa de adquirir essas competências e habilidades e ser um profissional diferenciado no mercado”. E a empresária Clarissa, completa. “O estagiário vivencia todas as nossas operações e interage com todas as áreas da empresa, para que, ao longo do estágio, seja possível identificar melhor suas habilidades para futura colocação profissional”.

O professor Rafael Andreis, coordenador do curso de pós-graduação em Gestão de Esporte da Unisul, explica que este curso é o primeiro a ofertar estágio. Percebemos  que existe a necessidade do aluno fazer estágio não está apenas na graduação. Na pós-graduação o estudante está mais próximo da área em que deseja atuar no mercado de trabalho, o que ajuda muito a conseguir uma colocação”

Para Alves, o estágio na graduação é mais fácil  porque não tem tantas responsabilidades pessoais. “Hoje, um pouco mais velho, casado e com um filho tenho mais responsabilidades. Por isso, estagiar na pós-graduação tem mais dificuldades, mas o mercado de trabalho vê o estagiário de especialização com outros olhos. Acredito que o estágio seja uma excelente forma de se aprimorar e mostrar a nossa cara para o mercado de trabalho”.

COMPARTILHAR