Estudante e professora são premiadas em congresso

Participar de congressos, feiras, palestras e workshops é uma forma de expandir os conhecimentos aprendidos em sala de aula e de trocar experiências com outras pessoas da área. Com essa ideia em mente, as professoras Gislaine Tezza Rezin e Cristini Turatti, juntamente com outras três estudantes dos cursos de Nutrição e Farmácia, participaram do XVIII Congresso Brasileiro de Obesidade e Síndrome Metabólica, que aconteceu em São Paulo. No evento, três trabalhos da equipe foram premiados.

180 trabalhos foram selecionados para apresentação no formato de pôster. Destes, apenas seis foram premiados, sendo três trabalhos da Unisul. A estudante que recebeu o prêmio foi Ana Beatriz Costa, do curso de Farmácia, e quem desenvolveu o projeto foi a doutoranda Morgana Prá.

Para a professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (PPGCS), Gislaine Tezza Rezin, a participação da Unisul no congresso foi positiva. “Recebemos um convite para uma parceria com um grupo de Pelotas (RS), por conta das nossas pesquisas apresentadas. Além disso, a presidente do congresso também se interessou pela temática das nossas pesquisas e nos procurou para conversar e entender o que estamos pesquisando”, declara. A professora complementa que muitos frutos (parcerias e ideias) nascerão após a participação no evento.

Falando sobre obesidade

Como principal tema do congresso, pesquisadores renomados apresentaram diversaos estudos sobre obesidade. Segundo Gislaine, um dos mais intrigantes foi sobre como a flora intestinal (bactérias presentes no intestino) pode interferir no desenvolvimento da obesidade. “Quando se tem uma alteração das bactérias, elas permitem que um processo inflamatório se instale, o que acaba facilitando o acúmulo de gordura no tecido adiposo. É necessário ter um cuidado com o intestino para evitar doenças crônicas, como a obesidade”, esclarece.