Com o objetivo de arrecadar fundos para o empreendimento solidário Doce de Mulher, o curso de Gastronomia, em parceria com a Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares (ITCP Unisul), realizou uma Feira Gastronômica Solidária nesta sexta-feira, 23. O evento foi organizado no espaço externo entre o prédio do Bloco da Saúde e o hall de entrada do Bloco Pedagógico e disponibilizou a venda de alimentos preparados pelos acadêmicos para estudantes, professores e comunidade.

Sob a supervisão da ITCP, o projeto Doce de Mulher é desenvolvido na comunidade Jardim Floresta e conta com a participação de doze mulheres da localidade. Elas demonstraram, após a aplicação de uma metodologia de levantamento de potencialidades e vocações, o perfil para trabalhar com a produção de alimentos, o que culminou na produção de geleias. Dentro do perfil delineado, as mulheres do projeto Doce de Mulher receberam capacitações em diferentes áreas através de um grupo multidisciplinar de cooperadores, incluindo profissionais e bolsistas apoiados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), grupos de pesquisa em empreendedorismo e Epagri. “Empoderar para gerar desenvolvimento comunitário é a ênfase proposta neste projeto que traduz o espirito comunitário da universidade”, destaca a coordenadora do ITCP, professora Ivana Marcomim.

De acordo com a coordenadora do curso de gastronomia, professora Valdirene da Silva Campos, a feira faz parte do movimento do próprio curso, do empreendedorismo social e da economia solidária que apoia a consolidação de empreendimentos solidários. “Uma das ações do curso de Gastronomia é a realização de atividades formativas em ambientes criativos de aprendizagem e, que venham a fortalecer o projeto de extensão institucional, intitulado: Economia Solidária e Arranjos Produtivos Locais: incentivo à inovação e ao empreendedorismo como estratégias ao desenvolvimento local sustentável”, conclui Valdirene.

Saiba Mais: Cooperativismo social e o Doce de Mulher

COMPARTILHAR