Grupo GPECrit participa de Simpósio Ibero-Americano

Como seria aprender sobre o sistema endócrino por meio de um jogo de cartas? Uma pesquisa da Unisul, realizada pelo acadêmico do curso de Ciências Biológicas, Eduardo de Medeiros Peretti, estuda exatamente isso. Ele faz parte do Grupo de Pesquisa Educação em Ciências e Pensamento Crítico (GPECrit) da Unisul e desenvolve o trabalho com estudantes do ensino superior. Para debater e aprender ainda mais sobre as novas metodologias de ensino em Ciências e Biologia, o estudante, assim como outros membos do GPECrit, participaram do III Simpósio Ibero-Americano de Tecnologias Educacionais, que ocorreu em Araranguá entre os dias 04 e 06 de junho no Instituto Federal de Santa Catarina (IFC).

Além de novos contatos com outros pesquisadores da área e o estímulo à pesquisa e produção de conhecimento científico, as palestras internacionais e nacionais contribuíram na reflexão crítica sobre os objetos de pesquisa que estão em desenvolvimento pelos acadêmicos do Grupo. Foram apresentados dois trabalhos no formato pôster, que estão em desenvolvimento no curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Unisul.

“O feedback dos avaliadores foi extremamente positivo. Foi muito gratificante ter esse retorno imediato do trabalho que nós temos desenvolvido. Também pudemos trocar experiência com outras pessoas que estão desenvolvendo pesquisas semelhantes e com as mesmas vontades. Participar de eventos assim nos incentiva a pesquisar e a produzir mais”, relata Eduardo.

Os trabalhos apresentados

  • “Práticas docentes inovadoras no ensino de Ciências: contribuições de um jogo de cartas sobre o sistema endócrino no ensino superior” do acadêmico Eduardo de Medeiros Peretti, sob orientação da prof.ª Dr.ª Yalin Brizola Yared (PPGCE/Unisul) e co-orientação do prof. Rafael Mariano de Bitencourt (PPGCS/Unisul).
  • “Jogos eletrônicos e pensamento crítico: um estudo de caso sobre práticas pedagógicas no ensino de Ciências e Biologia” do acadêmico Mateus Viana Nunes da Silva, sob orientação da prof.ª Yalin. 

“Os avaliadores ficaram muito interessados nos nossos trabalhos e envolvidos com as temáticas abordadas. O retorno foi excelente! Ter esse reconhecimento é muito importante para que possamos continuar desenvolvendo nossas pesquisas com rigor e dedicação”, esclarece a professora Yalin.

Importância da participação

A estudante, Josilaine, que está desenvolvendo seu projeto de TCC sobre Educação a distância na formação de professores de Ciências e Biologia, também esteve presente no evento.

“Além de ter palestrantes internacionais, o que nos possibilitou conhecer as situações de outros países, consegui retirar muitos termos desconhecidos por mim sobre as EADs e até mesmo sobre a estruturação da metodologia. Isso vai me ajudar muito com o trabalho de TCC”, esclarece.

COMPARTILHAR