Integração marca XVI encontro de colaboradores das Bibliotecas da Universitárias

O encontro de colaboradores das Bibliotecas Universitárias da Unisul já é uma tradição entre as equipes e a edição deste ano, foi nessa segunda-feira, (09), na Biblioteca da Unidade Pedra Branca. Durante todo o dia foram realizadas uma série de atividades voltadas à integração das Bibliotecas Universitárias dos Campi: Grande Florianópolis, Tubarão e UnisulVirtual, para qualificação e capacitação profissional.

Na abertura, o professor Luiz Mauri Heerdt, reitor da Unisul, destacou que este tipo de atividade reflete na qualidade dos atendimentos e equipe. “É essa constante busca pelo crescimento que faz com que cada um de nós possamos contribuir com a Universidade que somos e queremos ser. É um momento especial, pois é esta dedicação e interação que resulta na melhoria dos processos, do trabalho, por essa relação de troca que gera o desenvolvimento não só da equipe, mas de cada colaborador ”.

Para a coordenadora das bibliotecas do Campus Grande Florianópolis e UnisulVirtual, Luciana Mara Silva, o encontro proporciona maior integração da equipe, para que os colaboradores se conheçam melhor: “há também uma reciclagem do conhecimento, pois a programação é elaborada com atividades de temática institucional e práticas do fazer diário da biblioteca. Nesse evento, em especial, a programação foi planejada a partir do interesse dos colaboradores, por meio de um levantamento de temas realizado antes do evento. Isso faz efetivamente o colaborador participar do seu processo de capacitação na instituição, destaca Luciana.

Pela manhã, os colaboradores participaram da palestra: “ Mudanças na avaliação de cursos MEC (presencial e EaD): impacto no fazer diário da biblioteca”, ministrada pelo professor Roberto Iunskovski.

Segundo a coordenadora das Bibliotecas do Campus Tubarão, Elia da Silva a palestra serviu para que os colaboradores conhecessem o novo instrumento de avaliação do Ministério da Educação (MEC), e o que isso impacta diretamente no fazer do bibliotecário, assistente e  auxiliar de biblioteca.“Conhecer todos os processos desse novo instrumento, quais são os critérios de avaliação, foi bem positivo para a equipe, porque na verdade sabemos que o instrumento existe, mas não no detalhamento que foi apresentado. Esse tipo de abordagem foi importante porque fez a relação entre a biblioteca e os demais cursos e outros setores da universidade”, destaca.

A assistente de biblioteca do Campus Tubarão, Andresa Deolinda o encontro é importante para a integração com os colegas de trabalho “ Nós nos falamos todos os dias por telefone, e-mail, e por mais que essa integração aconteça uma vez por ano, ela é muito válida, pois acabamos conhecendo um pouco mais um do outro. As capacitações que são feitas durante o dia servem para a gente conhecer um pouco mais da biblioteca, da instituição, e assim temos a oportunidade de melhorar ainda mais como funcionária e termos um grande aprendizado sobre a universidade” finaliza.

COMPARTILHAR