Maio Amarelo atenta para a responsabilidade no trânsito

Há cinco anos o Maio Amarelo propõe que a sociedade e adote atitudes conscientes seja quanto condutor ou pedestre para promover a paz e segurança no trânsito. A Unisul apoia o movimento desde a primeira, com diversas ações promovidas pelo curso de Segurança no Trânsito a distância.

Na edição deste ano, o tema “Nós somos o trânsito”, chama a atenção para a  responsabilidade viária de forma a reduzir o número de vítimas em acidentes de trânsito, uma vez que 90% das causas se devem a falha humana. “A cada ano o Maio Amarelo adota temas de impacto, devido ao crescente número de acidentes e a irresponsabilidade causa vítimas. Cada um de nós faz parte desse grande espaço chamado trânsito e o nosso comportamento se reflete nos demais usuários”, conta o professor José Onildo Truppel Filho, coordenador do curso de Segurança no Trânsito.

A abertura do Maio Amarelo, nessa quinta-feira (10), reuniu colaboradores dos Campi Grande Florianópolis e UnisulVirtual e durante todo este mês realizará uma série de atividades em toda a Unisul, nos campi, unidades e polos de apoio presencial, aberta a toda a comunidade, num trabalho em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina. No Campus Tubarão, no dia 17/5, será distribuído o “pin”, símbolo do Movimento e materiais de conscientização. Para ficar por dentro das ações e programação completa é só clicar AQUI e acompanhar o facebook UnisulVirtual.

Conheça o Maio Amarelo:

O Movimento surgiu após a divulgação do documento elaborado pela Organização das Nações Unidas (ONU), que definiu a “Década das Ações para a Segurança no Trânsito”, por meio de uma resolução que compreende o período de 2011 a 2020, baseada no estudo feito pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O estudo contabilizou no ano de 2009 cerca de 1,3 milhão de vítimas fatais em acidentes de trânsito em 178 países, sendo que o Brasil ocupa a 4ª posição no ranking. Saiba mais sobre a proposta de 2018 “Nós Somos o Trânsito”.

COMPARTILHAR