Medicina da Unisul presta atendimento de referência para a população

Possibilitar o acesso a diversos serviços, tanto para a comunidade acadêmica como à população em geral, já é marca registrada da Unisul. E o curso de Medicina de Tubarão cumpre com esse propósito no ensino e aprendizagem dos novos médicos através de atendimentos aos pacientes nas Clinicas Integradas da Unisul. Os serviços possibilitam uma formação mais prática aos acadêmicos e proporcionam para a população um serviço médico de referência na região da Amurel.

Adriana Elias, professora e coordenadora do Materno Infantil e Saúde da Mulher da Unisul, explica que os atendimentos ocorrem através do SUS com pacientes encaminhados das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da região. “A Universidade tem praticamente um serviço de excelência no qual a população quer muito ser atendida pela nossa equipe. Temos muitos especialistas na Unisul, professores que são médicos renomados na comunidade e que orientam nossos alunos. Há procura acima da capacidade de atendimento, mas não se trabalha com listas de espera, pois buscamos não criar uma expectativa que não vamos poder atingir”, enfatiza.

Estima-se que, em 2018, só o Ambulatório Médico de Especialidade (AMEI) tenha atendido 2.165 pessoas, entre adultos e crianças. A unidade faz parte das Clinicas Integradas da Unisul que prestam consultas nas especialidades de obstetrícia, pediatria, ortopedia, cardiologia, dermatologia entre outras. “A Universidade se faz referência no que se diz a atendimento primário a comunidade”, completa Adriana. Os agendamentos para os serviços podem ser feitos presencialmente no Bloco C (Bloco da Saúde), que fica no bairro Dehon em Tubarão ou através da internet pelo serviço de Estratégia de Saúde da Família (ESF).

Ambulatório Médico das Especialidade (AME)

Contempla consultas de especialidades como cardiologia, ortopedia, dermatologia, entre outras, onde alunos do 9º e do 11º semestres de Medicina atuam, juntamente com os professores, analisando casos mais complexos que facilitam o aprendizado e proporciona aos pacientes atendimento de qualidade. Não atendem emergências apenas consultas de rotina por causa já definida. A responsável é a enfermeira Kátia Regina de Bona Porton Fratoni, que enfatiza que novos casos são atendidos após triagem com avaliação dos sintomas e queixas. Não existe filas de espera e os atendimentos são feitos conforme a demanda de alunos no semestre.

Ambulatório materno-infantil e Saúde da Mulher

Faz atendimentos nas áreas da ginecologista, obstetrícia, mastologista, pediatra, neuropediatra, cardiopediatra, pneumopediatra, gastropediatra, neonatologista, nutróloga pediatra, etc., e conta com alunos do 10º semestre de medicina a frente das consultas. A responsável é a enfermeira Adriana Elias dos Reis. “Nós trabalhamos com toda a parte da saúde da mulher, desde a adolescência até a fase adulta, e com a da criança desde a gestação até maioridade”. Os encaminhamentos e atendimentos podem ser feitos presencialmente ou pela ESF.

Ambulatório de procedimentos cirúrgicos

São realizados apenas procedimentos de pequeno porte com anestesia local como drenagens de abscessos, biópsias de pele, suturas em geral, entre outros.  Antes dos atendimentos são feitas avaliações de cada caso pelos alunos do 9º e 11º semestres de Medicina junto aos professores. Aline Oenning Baggio, enfermeira responsável pelo ambulatório, explica que os atendimentos são feitos apenas no período da tarde e com encaminhamentos pelos ESFs da região da Amurel.

Ambulatório de Ensino Integrado (AMEI)

Trabalha com as especialidades de pediatria, endocrinologia, ginecologia, pediatria, alergia, pneumologia, entre outras. Atende encaminhamentos médicos, principalmente os oriundos das UBSs. A responsável pelo ambulatório é a enfermeira Anne Cristina Nandi. Os alunos da 5ª a 8ª fase de medicina é que trabalham, junto aos professores, nos atendimentos como estágio curricular da graduação em Medicina da Unisul.

COMPARTILHAR