Medicina Veterinária: mercado de reprodução bovina em alta

Os estudantes do curso de Medicina Veterinária da Unisul participaram de um curso sobre reprodução bovina. A aula foi realizada na fazenda experimental, na Unidade de Braço do Norte. A iniciativa surgiu do interesse de alguns estudantes pelo tema, que está em alta no Brasil e é uma oportunidade para os futuros profissionais.

Dividido entre parte teórica e prática, os estudantes, bem como veterinários em busca de atualização, puderam aprender sobre ultrassonografia aplicada a reprodução bovina. “Esse minicurso foi muito importante para os estudantes. Foi uma oportunidade de aprimorar os conhecimentos de sala de aula”, esclarece o professor da Unisul, Fernando Oliveira, que ministrou o curso.

Durante o curso os participantes foram expostos a realidade que encontrariam no campo de trabalho. “Conseguimos realizar todas as abordagens de diagnóstico por imagem possíveis para reprodução, bem como manipulação do ciclo estral e biotécnicas de reprodução”, comenta Fernando.

Segundo o professor, os números de bovinos no Brasil chegam a 90 milhões de fêmeas em reprodução. Porém, apenas 10 milhões são inseminadas. Em países desenvolvidos, de acordo com Fernando, esse número chega a 80% dos animais. “Isso que estamos falando apenas para uma biotécnica de reprodução, que é a mais simples a mais difundida delas. Essa falta de profissionais capacitados é uma lacuna a ser preenchida”.

COMPARTILHAR