Mercado de games cresce 140% em quatro anos

Até o jogo de vídeo game chegar na casa do consumidor final muitos processos precisam ser pensados. O profissional responsável por acompanhar toda essa trajetória é o designer de games. É de responsabilidade dele cuidar de todo o planejamento da interface, interatividade, enredo e mecânicas do jogo que vão entreter o jogador. E o mercado para esses profissionais está cada vez mais em crescimento. Segundo dados da Abragames, em quatro anos, o mercado cresceu 140%.

Para ser um designer de games é preciso entender que o trabalho é multidisciplinar. O profissional precisa conhecer psicologia, escrita, design em geral, ter criatividade, entender de matemática e ter uma boa noção de tecnologia e até mesmo de programação. “É aquele tipo de pessoa que gosta de criar histórias, fases de jogos, mapas, desafios e outras brincadeiras, tanto na esfera profissional ou acadêmica”, pontua a professora Márcia Batistella, do curso de Produção Multimídia da Unisul.

Mercado

O retorno financeiro para quem trabalha na área pode interessar algumas pessoas. No exterior, segundo a professora Márcia, um designer experiente pode faturar até US$105 mil por ano. Já no Brasil, a estimativa é de que essa remuneração fique em média de R$ 1,5 mil para os menos experientes, podendo chegar a R$6 mil mensais para os que já estão há mais tempo na área.

Graduação

Durante a graduação a distância de Produção Multimídia, o estudante irá aprender, na unidade de aprendizagem de Game Design, os conceitos básicos do modelo mental de projetar um jogo. Além disso irá conhecer as funções do fluxo do jogo, ciclo primordial, curva de aprendizagem, jogabilidade e outros conceitos importantes.

As aulas são teórico-práticas, expositivas, com atividades de criação de jogos analógicos e digitais. “O curso superior vai dar conhecimento necessário para o aluno ingressar no mercado de trabalho com formação sólida. Também dá a oportunidade para que o estudante possa, posteriormente, ingressas em cursos de pós-graduação e aperfeiçoar ainda mais o conhecimento”, finaliza a professora.

COMPARTILHAR