No Dia do Comissário de Bordo, aluna de Ciências Aeronáuticas fala sobre a profissão

As empresas aéreas têm buscado cada vez mais profissionais capacitados e atualizados na área que atuam. O curso de Ciências Aeronáuticas da UnisulVirtual recebe diferentes perfis de alunos de todas as regiões do país. De militares a aeromoças, passando por engenheiros, pilotos e mecânicos, até os leigos que pretendem pilotar aeronaves. Para os futuros pilotos, basta fazer o curso e validar horas de voo em escolas parcerias da UnisulVirtual.

No dia 31 de maio é comemorado o Dia do Comissário de Bordo. Para entender melhor a relação da profissão com o curso de Ciências Aeronáuticas, a reportagem do jornal Unisul Hoje fez contato com a aluna Estela Favoretto, que é aeromoça, piloto de avião e pretende assumir o cargo de copiloto em pouco tempo. “O curso de Ciências Aeronáuticas da Unisul tem sido muito bem aceito no mercado. Tenho certeza que agregará muito ao meu currículo”, projeta.

Um comissário de bordo exerce várias funções dentro de uma aeronave. Todas elas sempre relacionadas à segurança de voo. “Estamos lá para zelar pela segurança de cada um dentro do avião e também pelo seu conforto. Digamos que começaríamos a trabalhar de verdade quando acontecer algo errado. Até isso acontecer, se acontecer, desenvolvemos atividades para o conforto do passageiro, como serviço de bordo e outras comodidades dentro do avião”, contextualiza Estela.

Como agentes de segurança, os comissários são exaustivamente treinados nas palavras de Estela. “Temos cursos de primeiros socorros e somos capacitados a atender qualquer situação a bordo. Passamos por treinamentos de sobrevivência na selva, mar, deserto e gelo. Aprendemos técnicas para contenção de passageiros indisciplinados, sabemos como lidar com suspeita de bomba, sequestro ou atos terroristas”, orgulha-se.

A atenção é um dos pontos chave da profissão e é importante até saber como agir durante um parto inesperado dentro do avião. Afinal, pode acontecer de tudo após a decolagem. “Atuamos como psicólogos para acalmar os que tem medo. Babás para ajudar as mães em voos longos. Enfermeiros quando alguém passa mal etc. Além disso, precisamos estar familiarizados com a aeronave que estamos voando. Com todo o equipamento de emergência, saber a localização de cada um, como usar e quando utilizar”, explica Estela.

A aluna da UnisulVirtual decidiu buscar um curso superior porque, além de comissária de bordo, ela é piloto de avião. “E como estou buscando uma oportunidade de migrar para o cargo de copiloto, um curso de Ciências Aeronáuticas ajuda muito”, pondera. Por esse estilo de vida com horários incertos, a modalidade a distância se encaixou perfeitamente no seu perfil.  “Fico até 6 dias fora. Voando e dormindo em diferentes hotéis. Com a modalidade a distância consigo utilizar meu tempo de uma maneira produtiva. Nunca imaginei conseguir cursar uma faculdade sendo aeromoça, depois de descobrir o EAD descobri que sim é possível continuar estudando”, comemora.

Outra particularidade destacada por Estela é o material didático impresso e online. “Ele atende minhas expectativas. É abrangente e completo. Além do material virtual, recebo todo o material impresso em minha casa. Perfeito para pessoas como eu, que gostam de estudar pelo livro, fazendo anotações”, comenta.  E quando sua mala está cheia e não consigue levar os livros, ela carrega o notebook. “Com ele tenho acesso a todo o material virtualmente. Estudo inclusive pelo celular, muito prático”, finaliza.

Mais informações sobre o curso de Ciências Aeronáuticas da UnisulVirtual no site do curso. Ingresse no curso sem prestar vestibular através do Histórico Escolar.

Além de muito trabalho, os comissários de bordo têm a oportunidade de conhecer diferentes lugares, confira.

 

COMPARTILHAR