Pesquisadores do Greens/Unisul publicam artigo sobre Mudanças Climáticas e Refugiados Ambientais em Revista Internacional

O Grupo de Pesquisa em Eficiência Energética e Sustentabilidade (Greens) publicou um artigo intitulado: “Climate change and forced migrations: An effort towards recognizing climate refugees”. A autoria deste trabalho é dos pesquisadores Issa Ibrahim Berchin, Isabela Blasi Valduga, Jéssica Garcia e do professor José Baltazar Salgueirinho Osório de Andrade Guerra.

Este artigo faz uma Critical review do conceito de Refugiados Ambientais e destaca as consequências das Mudanças Climáticas nas migrações forçadas. Nesta pesquisa pode ler-se: “The scientific community has long urged for the broadening of the refugee term, which remains identical since the 1951 Refugee Convention, despite strong evidence showing connections between forced migration and climate change. Even though the concept of climate and environmental refugees is not legally recognized, the discussion concerning these definitions is increasing. Furthermore, with the intensification of global climate change, a more specific subcategory of refugees began to be popularized: climate change refugees. A climate change refugee is any person who has been forced to leave their home, or their country, due to the effects of severe climate events, being forced to rebuild their lives in other places, despite the conditions to which they are subjected”.

A Geoforum é: “is a leading international, inter-disciplinary journal publishing innovative research and commentary in human geography and related fields. It is global in outlook and integrative in approach. The broad focus of Geoforum is the organisation of economic, political, social and environmental systems through space and over time. Areas of study range from the analysis of the global political economy, through political ecology, national systems of regulation and governance, to urban and regional development, feminist, economic and urban geographies and environmental justice and resources management”.

Este trabalho foi desenvolvido no âmbito do projeto de pesquisa ‘Bridge: construindo resiliência numa economia global dinâmica; complexidade no nexo entre alimentos-água e energia no Brasil’. A articulação reúne as universidades de Cambridge, no Reino Unido, e a Unisul. Este projeto conta com o financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Fundo Newton e Research Councils United Kingdom (RCUK). No Brasil o projeto é coordenado pelo Grupo de Pesquisa GREENS, liderado pelos professores Baltazar D´Andrade Guerra e Rafael Ávila Faraco.

A Respeito da publicação deste trabalho, Issa Berchin afirma que trata-se de uma pesquisa num tema fundamental para a segurança e estabilidade da Comunidade Internacional, pois é expectável um crescimento muito significativo do número de refugiados e deslocados ambientais, em função das mudanças climáticas.

O Professor Baltazar de Andrade Guerra destaca: a relevância deste estudo para a compreensão de um risco global, a falha na adaptação às mudanças climáticas e as suas graves repercussões para as populações, em particular as mais vulneráveis, os países em vias de desenvolvimento.

O Greens reúne mais de 20 pesquisadores, do Brasil, Reino Unido e Estados Unidos da América. Eles vêm das seguintes Universidades: Unisul, UFSC, Universidade de Cambridge (Reino Unido), Universidade de Liverpool (Reino Unido) e as suas linhas de pesquisa são: Os nexos entre água-alimentos e energia no contexto das estratégias de mitigação das mudanças climáticas desenvolvimento Sustentável, educação ambiental e Green campus, cidades sustentáveis, Justiça Ambiental e Refugiados Ambientais.

Texto com informações do professor José Baltazar Salgueirinho Osório de Andrade Guerra.

COMPARTILHAR