O Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (PPGCS) teve a primeira defesa de doutorado defendida nesta segunda-feira, 7 de agosto. Sob orientação da professora doutora Gislaine Tezza Rezin, a doutoranda Aline Haas de Mello defendeu a tese intitulada ‘O potencial nutracêutico do ômega-3 na obesidade induzida por dieta hiperlipídica: do tecido adiposo ao cérebro’, na Sala de Treinamento do Prédio Sede, em Tubarão. Aline Haas de Mello é nutricionista graduada pela Unisul, com especialização em Nutrição Clínica pela Universidade Gama Filho e mestrado em Ciências da Saúde também pela Unisul. Iniciou o doutorado em 2014 onde atua na área de metabolismo energético e estresse oxidativo, estudando os efeitos da obesidade (induzida por dieta hiperlipídica em camundongos) em cérebro e tecido adiposo, bem como possíveis opções terapêuticas.

De acordo com Aline, apesar das políticas de saúde pública e dos esforços individuais para combater a obesidade, as taxas mundiais desta doença continuam aumentando. Por isso, durante o doutorado pelo PPGCS da Unisul, a nutricionista estudou o uso do ômega-3 como estratégia para auxiliar no tratamento da obesidade ao avaliar o potencial nutracêutico do ômega-3 em camundongos submetidos à obesidade. Os resultados do estudo esclarecem diversos efeitos do ômega-3 na obesidade e serão publicados em revistas científicas internacionais. “É importante destacar que os resultados deste e de outros estudos na área não indicam que o uso de ômega-3 seria a solução definitiva para a obesidade, mas sim que esta substância poderia auxiliar na redução das alterações metabólicas decorrentes”, enfatiza a doutoranda. A pesquisadora ainda ressalta que a suplementação de ômega-3 deve ser avaliada por um profissional de saúde (médico ou nutricionista). Porém, o consumo de ômega-3 pode (e deve) se dar pela ingestão de fontes naturais da substância (sardinha, salmão, atum, cavala e arenque representam ótimas fontes de EPA e DHA).

[su_slider source=”media: 21533,21532,21531,21530,21529,21528,21527,21526,21525,21524,21523,21522,21521,21520″ limit=”100″ width=”700″ height=”400″ title=”no” centered=”no” arrows=”no” mousewheel=”no”]

A defesa de tese de Aline foi a primeira do PPGCS, mas o programa é responsável também por 103 defesas de dissertação de profissionais advindos das mais diferentes graduações:

Medicina: 19
Farmácia: 18
Enfermagem: 16
Fisioterapia: 12
Ciências Biológicas: 9
Medicina Veterinária: 7
Odontologia: 7
Educação Física: 6
Nutrição: 5
Psicologia: 2
Naturologia: 2

A banca avaliadora foi composta pela orientadora, doutora Gislaine Tezza Rezin; pela avaliadora externa, doutora Leandra Celso Constantino; pelo avaliador externo, doutor Alexandre Pastoris Müller; pela avaliadora interna, doutora Fabiana Schuelter-Trevisol e pelo avaliador interno, doutor Luiz Albert Kanis. A tese defendida por Aline foi aprovada pela banca.

Sintonia com os avanços científicos e tecnológicos

O Doutorado em Ciências da Saúde faz parte do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde e contempla as seguintes áreas: doenças infeccionas e parasitárias/infectologia, patologia, pediatria e saúde da criança e do adolescente, nutrição, psiquiatria e saúde mental, radiologia, hematologia, reumatologia, alergia, imunopatologia. O curso proporciona aperfeiçoamento profissional, capacitação metodológica e o estímulo à pesquisa. “O curso de doutorado pelo PPGCS da UNISUL fez com que eu me tornasse uma profissional muito mais qualificada para atuar em pesquisa e docência. No entanto, antes de uma carreira em docência, pretendo ainda cursar um pós-doutorado no exterior”, conclui Aline.

“O PPGCS cresce pela crítica e não pelo elogio. Esta é a tônica dada aos mestrandos e doutorandos do programa. Realiza-se críticas construtivas pelo crer no crescimento por meio da criticidade. Consequentemente, o elogio vem por conta própria, nasce naturalmente”, enfatiza o coordenador do PPGCS, professor doutor Jefferson Luiz Traebert.

“Ao PPGCS, um grupo muito dinâmico, a universidade agradece todos os dias pelo movimento referencial do programa, é espelho para os demais”, aponta o pró-reitor de Ensino, Pesquisa, Pós-graduação, Extensão e Inovação, professor Hércules Nunes de Araújo.

COMPARTILHAR