Produtos cultivados na estufa hidropônica estão à venda

As alfaces da estufa hidropônica estão disponíveis para consumo e podem ser adquiridas na horta didática do curso de Agronomia, no Campus Tubarão, das 16h às 18h, no valor de R$ 2,00.

Para o professor Celso Albuquerque, coordenador do curso de Agronomia,  além da participação ativa dos professores e alunos do curso, foi importante também a contribuição dos parceiros que auxiliaram na viabilidade do projeto: “nossos alunos, professores, com o incondicional apoio da Fapesc foram fundamentais em cada momento da implantação e implementação da estufa, viabilizando um movimento pedagógico, mas, em especial, de integração comunitária. A ideia de uma estufa hidropônica movida à energia solar foi elaborada pelos pesquisadores do Grupo de Pesquisa em Eficiência Energética e Sustentabilidade (GREENS) como parte de um projeto com pesquisadores da Universidade de Cambridge, do Reino Unido (Projeto Bridge)”.

A produção começou em 2017, numa inciativa do próprio curso em inovar os ambientes de aprendizagem com a criação da estufa hidropônica para a produção de hortaliças. Neste método, as plantas são cultivadas fora do solo e recebem todos os nutrientes para o crescimento saudável. “A nossa estufa hidropônica tem como objetivo a produção sustentável, pois o uso contínuo da água no sistema reduz o desperdício da mesma, além disso a energia utilizada na estufa é proveniente de placas solares instaladas na parte externa”, explica o aluno Bruno Possamai.

Com a capacidade de produzir dois mil pés de alface por mês, Bruno conta que parte da verdura será doada: “desse cultivo, 20% será destinado às instituições de caridade e o restante que será vendido para arrecadar o valor necessário para manutenção, compra de sementes e nutrientes necessários para a produção e embalagens”.

Além da venda na horta didática do curso de Agronomia, no Cettal, as verduras podem ser adquiridas e entregues por meio de agendamento pelo telefone: (48) 99646 4184.

Estufa Hidropônica

Hidroponia vem do grego água + trabalho e consiste num sistema de cultivo em que não é preciso de solo pois as raízes das plantas ficam dentro da água.  Para alimentar as mudas são adicionadas soluções fertilizantes na água.

Utilizado há bastante tempo na produção de hortaliças, principalmente em folhosas como a alface, o processo inicia ao adquirir e cultivar as mudas saudáveis. Esse sistema oferece vantagens aos produtores pois este modo de cultivo aumenta a produção e qualidade dos produtos, diminui a quantidade de água utilizada, devido ao sistema fechado e reduz o uso de agrotóxicos, pois não há contato com o solo. Além disso, utiliza um espaço menor em relação a agricultura tradicional.

COMPARTILHAR