Professor apresenta pesquisa sobre a presença de mercúrio em onças

Na última semana aconteceu, em Brasília, o 3º Seminário Anual do MapBiomas. O professor da Unisul do curso de Medicina Veterinária, Joares A. May Junior, participou do Painel de Assessoramento Científico do Projeto MapBiomas. Ele apresentou um artigo durante o evento na temática de Uso de Dados Históricos de Cobertura e Uso do Solo em Aplicações para Promoção da Conservação e Serviços Ecossistêmicos.

A pesquisa do professor analisou a quantidade de mercúrio encontrado nos pelos das onças no Pantanal. Os resultados indicam que as onças da região norte do Pantanal possuem 40% a mais de mercúrio do que as do Pantanal Sul.

Joares, que também é médico veterinário especialista em animais selvagens do Hospital Veterinário, comenta a importância deste estudo. “Sabemos que o mercúrio é um metal pesado e que pode gerar diversas alterações na saúde dos animais. Este é um outro estudo que iremos desenvolver posteriormente”, afirma.

O evento contou com participantes do Brasil e do exterior que discutiram o uso da ferramenta do MapBiomas para o direcionamento de pesquisa e políticas públicas. O MapBiomas realiza, há 30 anos, um levantamento de imagens de mapas via satélite, e este recurso é utilizado para diversas pesquisas.

COMPARTILHAR