Projeto sobre habitação leva o 1º lugar em concurso de arquitetura

Dois projetos da Unisul concorreram ao 6º Prêmio para Estudantes de Arquitetura e Urbanismo de Santa Catarina 2018. O primeiro lugar ficou com Mayara Cristiane Klein, com seu TCC sobre a Habitação Temporária Emergencial: uma alternativa pós-desastres naturais em Santa Catarina. Já Anallía Luz Maciel, recebeu a menção honrosa com o projeto sobre Biblioteca Multimídia Pública de Santa Catarina: Readequação frente às novas demandas visa contribuir para a retomada da vitalidade do bairro central da cidade de Florianópolis.

O reconhecimento foi concedido durante a entrega do 6º Prêmio para Estudantes de Arquitetura e Urbanismo de Santa Catarina 2018, nessa terça-feira (11), que julgou os melhores Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs) entre as escolas do Estado.

Em novembro, os TCCs foram avaliados pela comissão julgadora de acordo com a numeração definida pelo sistema de recebimento, sem a identificação dos seus autores. O concurso foi realizado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-SC).

Os TCCs da Unisul indicados ao prêmio

O projeto de Mayara, sobre a Habitação Temporária Emergencial: uma alternativa pós-desastres naturais em Santa Catarina, considera que Estado de Santa Catarina sofre constantemente com a incidência de eventos climáticos e meteorológicos, onde muitos destes ocasionam desastres naturais e influenciam diretamente no modo de vida de milhares de pessoas.

É diante de tal contexto que este trabalho propõe analisar os principais aspectos de exemplos de habitações temporárias, em situações pós-catástrofe, levando em conta aquelas com características dignas de uma moradia humanitária.

Mesmo com a constante ocorrência de situações catastróficas no território catarinense, o despreparo do Estado somado à pequena contribuição do meio acadêmico e a falta de organização social, tem dificultado um planejamento eficaz diante da imprevisibilidade destes eventos. Nasce, portanto, a necessidade de fundamentar o cenário de caráter emergencial em Santa Catarina de modo a contribuir para o desenvolvimento de um suporte de habitação temporária.

Este estudo, entretanto, prevê um tempo de moradia necessário até que se devolva a autonomia da população atingida para que esta possa retornar à normalidade cotidiana. O TCC foi orientado pelo professor Rudivan Luiz Cattani.

Pranchas:
PRANCHA 01
PRANCHA 02
PRANCHA 03
PRANCHA 04

Já o TCC de Anallía, intitulado: Biblioteca Multimídia Pública de Santa Catarina: Readequação frente às novas demandas visa contribuir para a retomada da vitalidade do bairro central da cidade de Florianópolis, resgatar o sentimento de pertencimento e interesse da população em instituições culturais através da requalificação da edificação sede da Biblioteca Pública de Santa Catarina (BPSC), bem como um anexo para o terreno adjacente vizinho, são pontos principais da proposta.

A arquitetura pouco amigável com a vida urbana, a hierarquização de acessos, a falta de habitabilidade no interior do edifício, a subutilização dos espaços e a estrutura mal conservada da BPSC, são alguns dos problemas que influenciam a baixa procura pela instituição e como consequência, a pouca apropriação do espaço público do entorno.

Tendo em vista este cenário, o presente trabalho propõe alterações arquitetônicas, paisagísticas e urbanas, através de diretrizes projetuais que priorizam a escala do pedestre e a qualidade dos espaços. O projeto foi orientado pela professora Arlis Buhl Peres.

Pranchas:
PRANCHA 01
PRANCHA 02
PRANCHA 03
PRANCHA 04

Conheça o curso de Arquitetura e Urbanismo da Unisul

COMPARTILHAR