Comissão mobiliza próximas etapas para recredenciamento institucional

O movimento pós-migração ao Sistema Federal de Ensino que dá sequência ao recredenciamento da Unisul avança para as próximas etapas. Uma comissão, formada por lideranças de diferentes áreas e macroprocessos institucionais, estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira, 2/3, em Tubarão, para alinhar as premissas, as ações e os passos seguintes para o processo de regulação da Universidade. Neste momento, o preenchimento do formulário eletrônico de avaliação do processo e a visita dos avaliadores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) estarão ‘no radar’ da agenda institucional.

No encontro, sob a coordenação da Procuradoria Educacional Institucional (PI) da Unisul, professora Nadia Maria Soares Sandrini, a comissão pôde acompanhar e dialogar sobre o contexto, a evolução e as ações que consolidam a maturidade institucional neste movimento, tanto para o mérito quanto na forma de cada procedimento do Ministério da Educação (MEC). Para a professora Nádia, o objetivo das próximas etapas é qualificar ainda mais o processo e articular, com coerência e excelência, as visitas in loco dos avaliadores do Sistema Federal de Educação: “a sinergia, a responsabilidade partilhada e a presença efetiva dos campi e das instâncias institucionais, por meio dos gestores, professores, colaboradores e alunos, sem dúvida, nos darão condições para, de fato, demonstrarmos em cada procedimento avaliativo e regulatório a implementação do nosso Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI)”, sublinhou a PI da Unisul.

Todo o procedimento (e atitude da comissão) estará balizado por eixos e indicadores, organizados de acordo com o instrumento institucional de avaliação externa do INEP/formulário eletrônico (FE) a ser preenchido no sistema e-MEC. As fases de coleta, validação e do preenchimento do formulário eletrônico de avaliação do processo de recredenciamento institucional se estenderão até o próximo dia 14 de março. Neste primeiro momento, além das informações institucionais, constarão informações da Unidade Universitária da Pedra Branca, endereço foco do primeiro formulário eletrônico aberto, a ser visitado oportunamente.

Para o professor Mauri Luiz Heerdt, Reitor da Unisul, este movimento permite com que a Instituição compreenda cada vez mais e cumpra a legislação, mas, especialmente, aproveite as oportunidades de inovação e de crescimento com a adesão ao Sistema Federal: “a principal regra da regulação é a Universidade quem faz. Este é o tempo de observarmos e de potencializarmos cursos, vagas, dentre outras tantas possibilidades para a melhoria dos processos institucionais, a partir dos processos de avaliação”, comentou.

Além da vinculação à PI da Unisul, responsável por prestar informação ao MEC e se articular, na IES, com os responsáveis pelos demais sistemas de informação, vinculado ao Gabinete do Reitor, todo este movimento estará sendo conduzido, de forma conjunta, com o macroprocesso de ensino, por intermédio da área de avaliação, supervisão e regulação, vinculada à Pró-Reitoria de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação, num calendário letivo que ainda contemplará, em 2017, os processos de recredenciamento do EAD da Unisul e os procedimentos para o reconhecimento e a renovação de reconhecimento dos cursos da Universidade.

COMPARTILHAR