Serviço Social atua na garantia dos direitos da sociedade

Os desafios enfrentados pela população, principalmente os financeiros, refletem cada vez mais na desigualdade social. Infelizmente, são muitas as pessoas que sofrem com as diferenças de classes, seja na saúde, habitação entre outras áreas da sociedade.

Para garantir que se façam valer os direitos do cidadão, desde 1993, pela Lei nº 8.662/93, serviço social é reconhecido e regulamentado por meio de código de ética pelo Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), no Brasil.

Conhecido por assistente social, cabe a esse profissional compreender a realidade dos indivíduos presente nos problemas sociais como: a violência, desemprego, preconceito, discriminação, exploração do trabalho infantil diante das demandas existentes na saúde, habitação, educação, entre outras, e colocar em prática as políticas sociais, combater a desigualdade, ao fazer valer os direitos do cidadão.

A coordenadora do curso de Serviço Social a distância, professora Regina Panceri, destaca a importância desse profissional. “O assistente social promove o bem-estar físico, psicológico e social. Ele ampara e promove o total acesso à cidadania, pois cada vez desenvolve competência para enfrentar as vulnerabilidades e adversidades”, explica.

Uma vez que esses desafios requerem uma formação qualificada, a graduação é o primeiro passo para esse profissional. “A formação superior desenvolve as aptidões para atuar no campo das políticas públicas e sociais dos direitos do desenvolvimento sustentável da inovação social do empreendedorismo e em especial na gestão social”, diz Regina.

O curso de Serviço Social a distância, tem a duração de quatro anos e desenvolve conhecimento na gestão, planejamento, formulação e avaliação das políticas públicas. Também prepara para coordenação, assessoramento, supervisão e avaliação de planos, programas, projetos e serviços entre outras habilidades. Para conhecer o curso, clique aqui. As inscrições para o próximo semestre já estão abertas.

COMPARTILHAR