Unisul e Casan firmam parceria para inovar nos ambientes de aprendizagem e desenvolvimento de projetos

A Unisul estende a oferta de cursos de graduação e pós-graduação em uma nova parceria firmada nessa terça-feira (22/5) com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) que prevê desconto nas mensalidades aos colaboradores e dependentes, além de oportunizar projetos em conjunto e também, apoio ao Congresso Catarinense de Saneamento – Concasan, em junho.

O reitor da Unisul, Mauri Luiz Heerdt, destaca o grande desafio da educação é promover o acesso de qualidade e somente por meio da inovação se obtém o sucesso. Nesse sentido, o termo de cooperação facilitará o acesso a capacitação em formação customizada, direcionada para a própria instituição Casan que define a missão da Unisul: acesso, qualidade e inovação que denotam esse movimento de instituições que atuam em conjunto. “Parto principalmente do conceito dos ambientes de aprendizagem, pois a sala de aula é o mundo, mas especialmente as empresas e organizações, que proporcionam uma vivência que agrega na formação e experiência profissional. E este convênio permitirá que nossos alunos também transitem pelos ambientes da Casan e desenvolvam projetos dos mais variados, desde estágios a outros que envolvam ciência e tecnologia na prática. O grande objetivo desse termo é a inovação. Porque a inovação por si só exige parcerias e o mérito desta que firmamos nesta terça-feira (22) nos remete à excelência do quadro da Casan e a experiência dos nossos professores. Essa simbiose das duas instituições com valores a agregar e que poderão proporcionar projetos naquelas áreas de interesse das duas instituições”.

Segundo Adriano Zanotto, presidente da Casan, a companhia vive um momento de aprimoramento das ações, que mudou o padrão e visão das pessoas, tanto que a parceria contribuirá para aumentar a eficiência destas mudanças em um cenário que se apresenta cada vez mais competitivo. “A lei nº 13 303 de combate a corrupção nas empresas públicas, veio para profissionalizar as gestões. Então as empresas públicas estão deixando de ser um apêndice dos governos e passaram a exigir das administrações a qualificação dos seus administradores e um novo modelo de governança. Nesse contexto, surgiram uma série de requisitos para compor o quadro da instituição e mantê-los. Nossos engenheiros e colaboradores são muito especializados, entretanto, a qualificação deve ser permanente, porque as novas tecnologias surgem e outras precisam ser criadas para enfrentar as demandas. Também precisamos preparar nossos gestores e a lei exige que qualquer administrador da empresa seja certificado em gestão em uma entidade devidamente reconhecida para atuar no cargo. Precisamos competir no mercado com a qualidade e agilidade que este exige”, ressalta.

De acordo com Alexandre Trevisan, engenheiro químico, da gerência de meio ambiente, a parceria atenderá uma necessidade dos colaboradores, a de capacitações. “O termo finda a interface teórica, acadêmica e prática por trazer a formação e a possibilidade de vivenciar e relacionar ao que fazemos diariamente”.

Já o professor Jairo Henkes, coordenador dos cursos de agronegócio e gestão ambiental da Unisul e um dos interlocutores para o termo de cooperação, essa aproximação entre Unisul e Casan tende a contribuir com as ações científicas. “Esta relação tende a qualificar os colaboradores e também os alunos da Unisul por oferecer um campo para capacitação e treinamento. Nossas perspectivas são desenvolver programas e projetos de pesquisa em que a Unisul incorpore esse grupo e com sua expertise melhore os processos”, contribui Jairo.

A Unisul além de parceira da Casan, apoia o Congresso Catarinense de Saneamento de Florianópolis -Concasan, de 6 a 8/06, no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira.  O Congresso contará com palestrantes internacionais e abordará temas relacionados ao saneamento e compliance, bem como visa tornar as cidades mais inteligentes e sustentáveis.

COMPARTILHAR