Unisul sobe no ranking das universidades da Folha de São Paulo

A Unisul subiu 33 posições no Ranking Universitário do jornal Folha de São Paulo (RUF) publicado esta semana. De acordo com a classificação geral, a Universidade passou da 116ª para a 83ª posição em comparação ao ano anterior. Já no estado de Santa Catarina, está em segundo lugar entre as universidades privadas e em quinto entre todas as avaliadas (públicas e privadas).

O RUF classificou as universidades brasileiras a partir dos indicadores de pesquisa, ensino, mercado, internacionalização e inovação. Desde 2002, quando a Folha passou a divulgar o ranking, a Unisul sobe nos parâmetros, com destaque à pesquisa, internacionalização e inovação.

Ao longo de sua trajetória, a Unisul se dedica a produção e disseminação do conhecimento para contribuir com o desenvolvimento das regiões por onde atua. E ao longo destes anos recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais, fruto dos projetos e ações sociais que reforçam seu envolvimento com as comunidades. “A evolução da Unisul no RUF mostra o quando estamos evoluindo nos diversos indicadores avaliados, e não dúvida de que melhoraremos ainda mais nos próximos anos. Nossas ações de ensino, de pesquisa, de internacionalização, de inovação e de mercado estão qualificadas para isto”, afirma Mauri Heerd, reitor da Unisul.

Com a internacionalização, a Universidade possui uma relação de respeito entre as diferentes culturas e troca de conhecimento e experiência ao receber alunos e proporcionar o intercâmbio pelas parcerias e convênios com as grandes Universidades no mundo.

Na pesquisa, a Unisul ficou em primeiro lugar no ranking que avalia a quantidade de citações em estudos acadêmicos. A Universidade teve cinco estudos sobre epidemiologia que melhoraram a posição da Unisul no RUF. “O objetivo da Universidade é a educação. E este reconhecimento significa a qualificação dos trabalhos efetivados pelos grupos de pesquisa, que começam ainda na graduação e pelos programas pós-graduação stricto sensu. A pesquisa é uma tendência natural. Um exemplo, é a Junic, uma ação que permite visualizar o potencial e as respostas da pesquisa para a Universidade. Os professores e pesquisadores interagem com suas redes e entram em linhas de pesquisa, compõem geupos, desenvolvem e aplicam. Por isso, a qualificação da universidade além do ensino vem da pesquisa aplicada”, declara Hércules Araújo, Pró-Reitor de Ensino, Pesquisa, Pós-graduação, Extensão e Inovação da Unisul.

O Ranking Universitário da Folha avalia anualmente as instituições de ensino superior no Brasil em dois segmentos: o ranking de universidades e os rankings de cursos.
A Folha coleta os dados com base no Censo da Educação Superior Superior do Inep-MEC, Enade, SciELO, Web of Science, Inpi, Capes, CNPq, fundações estaduais de fomento à ciência e em duas pesquisas anuais feitas pelo Datafolha para compor o RUF.

COMPARTILHAR