Universitário Solidário doa livros para o presídio de Araranguá

A Unisul de Araranguá promoveu no dia 23 de novembro mais uma edição do programa Universitário Solidário. Sob a orientação da professora de Sociologia Jurídica, Marilene da Rosa Lapolli, o projeto do Calouro Solidário envolveu o 1º semestre de Direito. A ação solidária foi planejada desde a primeira semana de aula, quando a professora explicou aos calouros a diferença de ser um universitário que faz a diferença e participa de projetos de pesquisa e extensão.

“Embora existam iniciativas bem significativas para o processo de ressocialização do preso, há inúmeros limites, pois devemos considerar questões culturais”, ressalta a Gerente do Presídio Regional de Araranguá, Bárbara Santos de Souza.

Universitário Solidário: etapas

A conclusão do projeto acontece com a entrega de aproximadamente 100 livros novos e seminovos para a biblioteca do presídio, todos  com conteúdos para a formação humanística e elevação da tomada de consciência para o exercício da cidadania plena.Com o tema ‘A ressocialização do preso através da Leitura’, o Universitário Solidário promove a integração do estudante universitário na comunidade acadêmica e o incentiva ao exercício de iniciação à pesquisa de campo e às atividades de extensão. A atividade propicia o desenvolvimento de princípios éticos como a solidariedade, com a perspectiva de inseri-lo em ações de responsabilidade social na comunidade.

“O desafio é sempre acreditar que alguns mudam e plantar a semente já valeu a pena”, aponta a professora que atua no presídio há 13 anos, Rita Eliane.

Ao longo do semestre os estudantes pesquisaram a Lei de Execução Penal, em vigor, que prevê a remissão de pena por trabalho e estudo, leram diversos artigos sobre o tema na perspectiva sócio jurídica, participaram da palestra ‘Limites e Possibilidades de Ressocialização no Sistema Prisional Brasileiro’ – com o jornalista Reginaldo Osnildo – e receberam a visita da Gerente do Presídio Regional de Araranguá, Bárbara Santos de Souza e de uma das professoras que atua nesta instituição na área interdisciplinar, Rita Eliane da Rocha.

universitario-solidario-doa-livros-para-o-presidio-de-ararangua

Universitário Solidário: saiba mais

“Poder mostrar o universo do presidiário e a possibilidade de ressocialização aos futuros profissionais do direito é muito gratificante. Com certeza não saem os mesmo desta proposta”, reforça Reginaldo Osnildo.

Os profissionais que interagiram com os estudantes nas diversas etapas do processo trouxeram grande contribuição para que os estudantes em sua futura atuação profissional possam atuar com novos fundamentos e perspectivas, independente da área jurídica que optarem. “Este projeto, organizado com o apoio da coordenadora de Curso de Direito, professora Rejane Jhoansson, traz satisfação pedagógica pelo comprometimento e consciência gerados  nos estudantes recém chegados do Ensino Médio”, conclui a professora extensionista, Marilene da Rosa Lapolli.

Considerando a proposta da Universidade em promover a partir do ensino, desde as fases iniciais, o incentivo à pesquisa e à extensão, integrados e/ou interdisciplinares, na perspectiva sistêmica, definiu-se para as atividades do Programa Universitário Solidário o tema da solidariedade. Por ser de alta relevância para a competência ética e estética na formação pessoal e profissional, esta ação social envolve pesquisa bibliográfica, de campo e intervenções na comunidade que permitirão avanços significativos nas atividades formativas, o que supera o limite da sala de aula e os próprios muros da Universidade.

Texto: Comunicação Unisul

COMPARTILHAR