Visita técnica: uma aproximação com o mercado de trabalho

Os acadêmicos da nona fase do curso de Farmácia da Unisul, campus Tubarão, realizam na última segunda-feira (13) uma visita técnica à capital Florianópolis. Os estudantes visitaram o Centro de Informações e Atenção Toxicológica de Santa Catarina (Ciatox-SC) e o Instituto Geral de Pericias de Santa Catarina (IGP-SC).

De acordo com o professor Ubirajara Duarte dos Santos, que ministra a unidade de aprendizagem farmacologia e toxicologia e acompanhou a visita técnica, “é extremamente importante para os alunos que estão em vias de se formar conhecer diferentes áreas de atuação do profissional farmacêutico”, destaca.

Ensino fora da sala de aula

Durante a visita, os estudantes puderam aprofundar conhecimentos sobre vários temas relacionados a disciplina de toxicologia. “No Ciatox, os acadêmicos aprenderam mais sobre as intoxicações por medicamentos e encanamentos por animais peçonhentos. Métodos de identificação de drogas de abuso, processo desde a coleta, identificação, e preparo das amostras para a identificação, bem como, uma atualização sobre as novas drogas que estão chegando ao estado e seus efeitos, foram vistos também no IGP”, acrescenta Ubirajara.

Estudantes do curso de Farmácia da Unisul posam para foto durante visita ao Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina.

Contato com profissionais

Essa troca de experiência de quem já integra o mercado de trabalho na área e de quem está iniciando promove uma série de aprendizados fundamentais aos estudantes. “O contato com profissionais altamente gabaritados nestas áreas é fundamental para os acadêmicos”, reforça Ubirajara. O professor também faz questão de destacar a atenção que receberam durante a visita técnica no Ciatox e no IGP, que foram guiadas, respectivamente, pelos profissionais farmacêuticos Marisete Canello Resener e Fernando Meurer.

COMPARTILHAR