Você pode estar estimulando a violência nas redes sociais

Emitir inverdades nas redes sociais pode ser crime. E são justamente falsas notícias que têm gerado intranquilidade nos campi da Unisul da Pedra Branca e de Tubarão.

A Unisul está atenta aos acontecimentos e tem contatado permanentemente e se aconselhado com as Polícias Militar e Civil. E lamenta que as maiores ameaças ao clima de segurança são as inverdades publicadas nas redes sociais.

Quem pode sentir o prazer de provocar pânico, sem pensar nas consequências, nem mesmo para os colegas?

Colocar informações falsas em grupos nas redes sociais, de que, por exemplo, “assaltaram uma aluna e roubaram seu notebook em sala de aula”; “cuidado, bandidos armados roubam no campus”, etc. Tudo isso leva uma comunidade ao desespero, estudantes preferindo ficar em casa; clima tenso que rouba a atenção da classe durante a aula, enfim, as pessoas que produzem esse desespero não mensuram o grau de irresponsabilidade.

As redes sociais democratizaram a comunicação, permitindo a cada cidadão o direito de se expressar. Contudo, a liberdade de expressão não dispensa a ética e o compromisso moral.

Esconder-se em mentiras para o deleite de causar pânico em comunidade, pode ser denunciado por crime e seus autores sujeitos a penalidades judiciais. Além de tudo, só contribui à proliferação para a desumanização da sociedade.

Comunicação Social

COMPARTILHAR