Projeto discute a “ficção científica” em Vilém Flusser

O estudante Jessé Antunes Torres defendeu na tarde desta sexta (19) o projeto de tese “A ‘ficção científica’ em Vilém Flusser: genealogia e potência de um conceito”. Evento abriu jornada de defesas de ensaios e projetos de tese e dissertação do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Unisul.

A defesa foi a primeira de projeto de tese de 2021 do PPGCL. Diante de pesquisadores e estudantes do Programa, Torres apresentou sua proposta de pesquisa sobre a obra filosófica de Vilém Flusser.  “Meu projeto tem como objetivo explorar em profundidade a proposta do filósofo Vilém Flusser para uma ficção científica, evidenciando a genealogia desse conceito e esboçando sua potência”, argumenta.

Nesta pesquisa, a ficção científica é concebida como significante não (apenas) do gênero que vemos em livros, filmes e histórias em quadrinhos, mas de uma estratégia, de um artifício da ciência. Como diz Torres, “trata-se de um ficcionalismo”. “Na minha dissertação abordei a ficção filosófica, e desta vez me volto mais especificamente para a ficção científica flusseriana”, complementa.

A origem dessa noção em Flusser pode ser mapeada até Hans Vaihinger, e sua obra-prima: A filosofia do como se. Outros pensadores da ficção nesse sentido, ou ficcionalistas, são Jeremy Bentham, Giovanni Marchesini, Nelson Goodman e Wolfgang Iser. A proposta de Vilém Flusser para a ficção científica parece ter notas só suas: caracterizam-na a preocupação cibernética/informática (teoria da informação), e ela aparece como imagem – imagem técnica –, o problema flusseriano por excelência.

“Acredito que o conceito flusseriano de ficção científica e a ideia da ficção científica enquanto imagem técnica, ainda pouco explorado, tem grande potencial de contribuição para pensarmos fenômenos do contemporâneo em ciência, arte e tecnologia”, destaca.

O projeto de Torres foi aprovado por banca formada pelos professores Alexandre Linck Vargas Unisul, orientador, e pelos avaliadores Rafael Miguel Alonso Júnior (Unisociesc) e Daniel Schiochett (Unisul).

A Jornada de Pesquisas do PPGCL prossegue dia 22, às 14h30min com o ensaio de tese “Catarinenses na transamazônica: retratos de migrantes nas reportagens e fotografias de Elaine Borges (1972)” de Isadora Muniz Vieira, orientada pela professora Ana Carolina Cernicchiaro, no link: https://animaeducacao.zoom.us/j/81852778060.

PPGCL recebe inscrições para Mestrado e Doutorado

O Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Unisul está com as inscrições abertas para o Mestrado e o Doutorado com oferta nos campi Pedra Branca e Tubarão. As inscrições estão disponíveis até o dia 30 de abril e podem ser feitas em: unisul.br/ppgcl

Os cursos de Mestrado e de Doutorado possuem duas linhas de pesquisa: Texto e Discurso e Linguagem e Cultura. Tendo como diferencial sua multidisciplinaridade, acolhendo estudantes das mais diversas licenciaturas e bacharelados que se interessam por objetos textuais, discursivos e culturais.

Por conta da pandemia de Covid-19, o contato com o PPGCL está sendo feito a distância. Fale com a equipe por meio do Whatsapp (48) 3621-3369 ou pelos e-mails ppgcl.sec@unisul.br e ppgcl.pb@unisul.br.

COMPARTILHAR