Seminário de Sambaquis debate sobre a importância do patrimônio cultural

O I Seminário Multidisciplinar de Sambaquis, que ocorre de 09 a 12 de dezembro de 2020 de forma digital, contará com a participação de dois docentes da Unisul: Geovan Martins Guimarães, que irá falar sobre o “Turismo arqueológico em Sambaquis: um potencial ignorado”, na sexta-feira, dia 11/12, às 20h10; e Bruna Cataneo Zamparetti, que abordará “A comunidade e o patrimônio arqueológico: a relação simbólica e preservacionista sob a ótica da comunidade de Cabeçudas – Laguna /SC, às 20h35. O evento será transmitido ao vivo pela plataforma YOUTUBE

De acordo com Geovan, coordenador o grupo de pesquisa em Educação Patrimonial e Arqueológica (Grupep) da Unisul, o litoral do Estado de Santa Catarina abriga em seu território vários Sambaquis, potenciais atrativos turísticos. “Nesta intervenção pretendemos discutir o turismo arqueológico como vetor na valorização, difusão e preservação dos Sambaquis”, destaca o professor.

A professora Bruna, historiadora, arqueóloga e pesquisadora do GRUPEP, na sua fala, abordará a necessidade de multivocalização do fazer e do pensar acerca do patrimônio arqueológico, não visando apenas envolver a comunidade circunvizinha do sítio arqueológico, mas tornar a mesma e suas narrativas protagonista de tais ações.

I SEMINÁRIO MULTIDISCIPLINAR DE SAMBAQUIS

O Seminário é  realizado pela Prefeitura Municipal de Laguna junto com a Fundação Lagunense de Cultura e o Museu Histórico Anita Garibaldi, tem por objetivo a apresentação e discussão com a comunidade de Laguna e região sobre esse importante patrimônio arqueológico nacional de forma multidisciplinar. Para atender este objetivo participarão profissionais e pesquisadores das mais diversas áreas (arqueologia, museologia, turismo, arquitetura, urbanismo, direito, paisagem cultural, entre outros) do Brasil, Espanha e Portugal. Dado o contexto temporário da situação de emergência sanitária que estamos passando este evento foi adaptado para ser inteiramente sob plataforma eletrônica (internet) e os palestrantes farão suas intervenções “ao vivo” em vídeos conferências com a possibilidade de interação com o público.

O evento contará com a participação de palestrantes de diversas instituições de pesquisa e conservação: USP, UFRJ, Museu Nacional, IPHAN, UNISUL-GRUPEP, Instituto Politécnico de Tomar (Portugal) e pesquisadores independentes do Brasil, Portugal e Espanha.

COMPARTILHAR