UniSul é destaque em ranking internacional por contribuir com os impactos para os ODS

A universidade aparece entre as primeiras no Ranking Internacional Times Higher Impact, que geram resultados alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

A UniSul conquista mais uma classificação e está entre as melhores no Ranking Internacional Times Higher Impact, que avalia como as universidades do mundo todo estão contribuindo para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) por meio da pesquisa, extensão, divulgação e governança.

Esta é a primeira vez que a UniSul entra neste ranking, realizado pela renomada consultoria britânica Times Higher Education (THE), e já ocupando o 1º lugar entre as universidades privadas e o 2º, entres as universidades públicas e privadas de Santa Catarina. Já no Sul do País, está na 2ª posição entre as universidades privadas e 9ª, entre as IES privadas e públicas.

Para o reitor da UniSul, professor Mauri Luiz Heerdt, a classificação é extraordinária e representa a conquista de toda a universidade por implementar as ações que vão perdurar pelos próximos anos. “Isso revela a intensidade e a dimensão do nosso compromisso com o outro e com o mundo! Também representa o trabalho de todas as pessoas da Unisul, que se comprometem e rompem indiferenças”.

O Head de Inovação e Desenvolvimento da UniSul, Fabricio da Silva Attanásio, ressalta o compromisso da universidade com o desenvolvimento sustentável nas comunidades onde está inserida, o compromisso em seu PDI 2020-2024 e o novo posicionamento que intensificou nos últimos anos ações como signatária do movimento nacional ODS de Santa Catarina, o que possibilitou contribuir de forma ainda mais efetiva para o fortalecimento do ODS 17 – Parcerias e Meios de Implementação nestas comunidades.

“Mesmo em plena pandemia do COVID, foram desenvolvidos diversos projetos de pesquisa, extensão, de inovação e empreendedorismo que envolveram todos os 17 ODS, impactando positivamente a sociedade. É o mínimo que uma universidade com DNA comunitário como o da Unisul pode fazer para contribuir com a transformação do mundo por meio da educação, num lugar mais justo, consciente, mais sustentável e saudável”, reforça.

COMPARTILHAR